Início » Wappa: o que é e como funciona?

Wappa: o que é e como funciona?

Ilustração de um taxista ao lado de seu veículo, ao lado escrito "wappa: o que é e como funciona?"

A Wappa é uma empresa brasileira que foi fundada em 2001. Ela é conhecida como uma das pioneiras do gerenciamento de corridas corporativas. 

Segundo o site da empresa, atualmente ela possui uma área de cobertura de 1.500 cidades brasileiras e atende 10 mil empresas nacionais e multinacionais, como Rede Globo, Sulamérica, Citibank e Itaú. Ao total, a empresa diz contar com mais de 1 milhão de usuários.

A plataforma permite acompanhar o deslocamento dos funcionários, além de controlar o orçamento com os gastos e se integrar com sistema financeiro e folhas de pagamento.

Inicialmente, a empresa operava apenas com táxis corporativos, mas em 2018 passou a oferecer carros particulares. No ano seguinte, criou a modalidade de entregas.

Assim, o Wappa Entregas nasceu com o objetivo de otimizar a entrega de pacotes e documentos para empresas –– atuando de forma similar à Loggi. Na época do lançamento, há um ano atrás, a modalidade já contava com quatro mil motoboys. 

Como funciona?

A Wappa opera com seis categorias. São elas:

  • Táxi – que oferece segurança e agilidade, uma vez que esta modalidade pode transitar pelos corredores e chegar mais rápido onde o passageiro quiser;
  • Táxi Promo –  que oferece economia, agilidade e segurança por um preço menor;
  • Economy – que oferece um carro particular por um preço acessível;
  • Premium – que disponibiliza carros particulares de acordo com a necessidade e o conforto do passageiro;
  • Mulher – que só trabalha com motoristas mulheres;
  • Acessível – que oferece carros adaptados.

Para corridas particulares

Diferente da maioria das empresas de transporte, a Wappa não cobra taxa de cancelamento e não tem tarifa mínima ou dinâmica. O cálculo é feito apenas com base nas tarifas por minuto e por quilômetros rodados.

Basicamente, o valor é definido por: tarifa-base (R$2) + km rodado (R$1,60) + tarifa por minuto (R$0,26). O preço é calculado antes do passageiro começar a viagem.

Ao fim da viagem, a Wappa fica com 20% do valor.

Para empresas

Em resumo, a Wappa oferece uma plataforma que realiza gerenciamento de corridas corporativas para empresas.

Assim, uma empresa X pode fechar parceria com a Wappa para transporte de funcionários.

Quando um executivo dessa empresa realizar uma viagem, ele pode fazer o pedido das corridas pelo app da Wappa, que encontrará um veículo à disposição.

Aqui na Machine, sabendo da importância da Wappa no mercado de corridas corporativas, habilitamos um filtro em que taxistas das centrais que usam nossa tecnologia e, ao mesmo tempo, estão cadastrados na Wappa, conseguem “integrar” os serviços.

Na prática, funciona assim.

Ao realizar o cadastro na central que utiliza a tecnologia da Machine, o motorista/taxista indica que realiza corridas Wappa.

Caso o passageiro tenha o aplicativo dessa central, mas a empresa fature as corridas via Wappa, ele coloca que Wappa é sua forma de pagamento e, assim, o nosso sistema vai procurar por motoristas que fizeram essa indicação.

Quando o motorista chegar no local onde está o passageiro, ele abre a corrida no app da Wappa para faturar pelo sistema da plataforma.

Para taxistas, motoristas e entregadores

Os taxistas interessados em atender pela Wappa devem entrar em contato com a empresa e fornecer:

  • Documento do veículo;
  • Comprovante de residência;
  • Comprovante bancário no próprio nome;
  • CNH;
  • Condutax/Ciat/Permissão;
  • Alvará/Certificado de vistoria.

Caso seu interesse seja em se tornar motorista particular, os documentos necessários são:

  • Documento do veículo;
  • Comprovante de residência;
  • Comprovante bancário no próprio nome;
  • CNH
  • Conduapp (exclusivo para motoristas de São Paulo)

Mas, caso o desejo seja se tornar um entregador, a pessoa precisa apresentar:

  • CNH (Campo de observação deve constar a descrição de EAR)
  • Dados Bancários ( Foto do Cartão ou Extrato Bancário, mostrando agência e conta)
  • Condumoto (Apenas na cidade de São Paulo)
  • Motofrete (Demais Estados)
  • Licença da Moto (Apenas na cidade de São Paulo)
  • Documento da Moto (Categoria Aluguel SP, RJ, PR)
  • Comprovante de residência em nome do Motofretista
  • Foto de rosto (evite acessórios como óculos escuro e bonés).
  • Foto da parte traseira da moto, mostrando baú e placa.