Início » Uber Moto: app expande modalidade de mototáxi pelo Brasil

Uber Moto: app expande modalidade de mototáxi pelo Brasil

motoqueiro com passageiro

A Uber Moto é a modalidade da Uber voltada para o transporte de passageiros sobre duas rodas por meio dos mototaxistas.

Um dos fatores determinantes do sucesso de um negócio é a capacidade de adaptação à realidade local.

Ou seja, a capacidade de oferecer ao seu público e aos clientes em potencial um serviço que se encaixe no cotidiano e no estilo de vida deles.

A dificuldade em se alinhar ao contexto influencia diretamente na vida útil de uma empresa em determinada região. Como exemplo na área da mobilidade, temos a saída da Cabify do Brasil, processo marcado pela falta de identificação da população com o modo de operações da empresa.

Nesse sentido, podemos ver um grande esforço por parte da gigante multinacional Uber em oferecer cada vez mais serviços que se adequem a realidade brasileira, visto que o país é o segundo maior mercado da empresa no mundo, com 22 milhões de usuários, segundo seu site.

Por isso, não é surpresa que a modalidade Uber Moto esteja em constante expansão.

Ao redor do país, em muitos bairros e até mesmo em cidades inteiras, a moto é o principal meio de transporte da população.

Falamos pela experiência dos nossos clientes. Em 2018, um cliente da Machine, o pessoal da Associação dos mototaxistas (Amota) de Ariquemes, cidade do interior de Rondônia, criou o Moto Já, um app de transporte via mototáxi, que se tornou o primeiro aplicativo a chegar na cidade.

Naquele momento, a cidade de Ariquemes não possuía nem mesmo transporte coletivo com ônibus municipais e o app representou um respiro para a população.

Por essa e por outras, a Uber vê no mototáxi, especificamente dentro do Brasil, uma oportunidade enorme.

Uber Moto

Criado em 2016, a modalidade de mototáxi da Uber foi testada em países orientais de grandes densidades demográficas, como Tailândia e Índia.

Assim como o Brasil, esses países possuíam esse tipo de transporte como uma prática consolidada.

A proposta da Uber era verificar a aderência de um serviço próprio nesse estilo, tanto entre motoristas quanto entre a população.

O Uber Moto funciona da mesma forma que as outras versões do serviço, ou seja, quando for chamar um motorista, o usuário escolhe a opção moto, então basta indicar os locais de início, fim de corrida e o método de pagamento.

A empresa aposta na economia e segurança do serviço. Em artigo publicado em seu blog, afirmam:

Com a novidade, os usuários do app poderão se deslocar pela cidade de motocicleta, por um preço menor do que o do UberX e com a mesma tranquilidade já proporcionada pelo Padrão Uber de Segurança.

No Brasil

Em nosso país, o recurso chegou oficialmente em Novembro de 2020, em um primeiro momento de testes realizado em Aracaju, capital do Sergipe.

Em Abril de 2021, a Uber anunciou a expansão do serviço para mais 9 cidades:

  • Recife (PE)
  • Fortaleza (CE)
  • Maceió (AL)
  • São Luís (MA)
  • Teresina (PI)
  • Contagem (MG)
  • Goiânia (GO)
  • Campo Grande (MS)
  • Cuiabá (MT)

Há uma expectativa sobre os resultados do Uber Moto, visto o potencial de expansão desse modal no país. Não à toa, crescem os casos de sucesso de aplicativos e serviços de mototáxi, criados pelos próprios grupos de motoboys e mototaxistas.

Os preços cobrados pelo Uber Moto são bastante atraentes para os usuários. A solicitação de viagem está na faixa de R$ 1,11. Além disso, serão cobrados mais R$ 0,39 por quilômetro e R$ 0,09 por minuto. A taxa de cancelamento também é de R$ 1,11.

Ainda que haja também uma discussão se o transporte por moto na Uber se adequa nas legislações de trânsito, vale lembrar que é função de cada município liberar e regular a situação do uso de modais de aplicativo.

A empresa se posicionou:

Na modalidade Uber Moto, parceiros contratam o aplicativo para realizar transporte privado individual em motocicletas, atividade prevista na Política Nacional de Mobilidade Urbana (Lei Federal 12.587/2012). A norma federal que regulamenta o transporte individual privado de passageiros — e que estabelece os limites para a regulamentação pelos municípios — não faz distinção quanto ao tipo de veículo. É comum que a atividade seja desempenhada com automóveis, mas isso não significa que este seja o único modal permitido.

Para ser motorista

Os critérios para ser motorista do Uber Moto serão os mesmos aplicados na modalidade padrão do Uber, o UberX. Além disso, a modalidade permitirá que motociclistas já registrados como entregadores na Uber Eats, modalidade de entrega de alimentos, também atuem no transporte de passageiros.

Nesses casos, algumas condições extras deverão ser respeitadas:

  • Ter mais de 21 anos;
  • Ser habilitado pelo menos há dois anos;
  • Ter licença para atividade remunerada registrada na CNH.