Início » Uber e transporte público: integração econômica

Uber e transporte público: integração econômica

Banner "Uber e transporte público: integração econômica"

Ao realizarem integração com transporte público, os apps de transporte ajudam na redução do trânsito e na economia do passageiro.

Há 50 anos o Metrô de São Paulo realiza uma análise do deslocamento da população de todos os municípios da região metropolitana do estado.

O último levantamento, divulgado em 2017, foi o primeiro desde a chegada dos aplicativos de transporte no país.

De acordo com a pesquisa, a cada quatro solicitações de corrida, três (75%) são feitas para apps particulares; apenas uma é para táxi convencional.

Integração com transporte público

Além disso, o levantamento também chama atenção para as primeiras ou últimas milhas. Ou seja, viagens que começam ou terminam em estações de ônibus, trem ou metrô.

Sabendo disso, a Uber já começou a integração com modais de transporte público nos Estados Unidos e em Inglaterra. A empresa, que teve o capital aberto para negociação na bolsa de valores neste mês, quer ter na sua plataforma não só carros particulares, mas também comparação de preço, distância e horário dos outros modais.

Popular no Brasil, o Moovit – aplicativo que mostra diversos percursos para chegar em um destino – já funciona integrado com a Uber em Denver, nos Estados Unidos. Além disso, o CityMapper – app semelhante ao Moovit – também está nessa parceria. Assim, a empresa oferece mapas e opções de transporte para seus clientes em uma única tela.

Recentemente, a multinacional também se associou ao app Masabi. Assim, espera que em um futuro próximo seja possível não só analisar o trajeto, mas também comprar passagens de metrô pelo app da Uber.

O segundo país a receber a novidade foi a Inglaterra. No dia 29 de abril, Londres passou a ser a segunda cidade a ter o metrô integrado ao aplicativo.

Parceria no Brasil

Segundo a empresa, a novidade ainda não tem prazo para chegar no Brasil. Contudo, um projeto de integração já funciona aqui. No final do ano passado, Uber e Metrô Rio iniciaram uma parceria de transporte combinado.

Quando a viagem começa ou termina no metrô e o carro particular é solicitado para completar a viagem, o usuário recebe 30% de desconto na corrida.

A integração funciona da seguinte forma: o passageiro vai recarregar, no mínimo, R$25 no cartão Giro, cartão pré-pago com recarga online do Metrô. Após a recarga, ele vai receber um cupom de desconto com validade de uma semana. O cupom será válido nas viagens que tiverem como destino ou origem uma das 41 estações de metrô da cidade.

Integrações regionais

A Uber ainda não tem previsão para anunciar a integração no Brasil. A única forma de transporte combinado só está disponível no Rio de Janeiro. Por que não investir nessa possibilidade?

Os aplicativos de transporte regionais surgiram tanto para atuar onde a Uber não opera como para competir onde ela está presente oferecendo melhores preços e serviços.

Logo, se você é gestor de um app regional, investir em integração com o transporte público é uma grande oportunidade.

Você pode oferecer descontos aos passageiros que começarem ou finalizarem corridas em terminais de trem, ônibus e metrô. Além disso, conhecer a sua cidade faz toda diferença.

Por exemplo: de segunda à sexta, de 17h às 19h, uma linha de ônibus que faz um trajeto de 30 minutos está sempre extremamente lotada. Você pode oferecer um desconto especial para esse trajeto durante esse horário nesse dia.