Início » Taxa de cancelamento: o que você faria se fosse dono da Uber?

Taxa de cancelamento: o que você faria se fosse dono da Uber?

Taxa de cancelamento: o que você faria se fosse dono da Uber?

A taxa de cancelamento é motivo de constantes reclamações de motoristas de aplicativo. Se você fosse dono da Uber, o que faria?

O motorista liga o aplicativo, recebe uma corrida e vai até o passageiro.

Chegando lá, espera um minuto, dois minutos, três e nada. Para piorar está de noite e o local não é tão seguro.

Se o motorista cancelar, pode ser punido e terá gasto seu tempo sem nenhuma recompensa.

Caso ele espere, pode ser que o passageiro não apareça e ele ainda fique à mercê dos perigos da rua.

Por isso, a taxa de cancelamento é de suma importância. Ela é uma garantia que o motorista será recompensado por ter esperado um passageiro que não veio.

Por outro lado, é uma forma de pressionar passageiros mal intencionados que tentam enganar o aplicativo. Muitos motoristas relatam que alguns passageiros simplesmente pedem transporte por dois apps e esperam quem chegar primeiro.

Assim, nada mais justo que o motoristas recebam algum valor.

Porém, um dos desafios dos gestores de aplicativos de transporte é escolher como fazer isso.

Taxa de cancelamento: como funciona na Uber e 99?

Bem, se você é ou já foi motorista de aplicativo, com certeza já deve ter passado pela situação acima.

Então, deve saber também que na Uber, após o passageiro solicitar o veículo, ele tem cinco minutos para cancelar gratuitamente. Caso o motorista tenha chegado no embarque e após cinco minutos o passageiro não esteja lá, ele pode cancelar a corrida e receber algo em torno de cinco reais.

Recentemente, a multinacional mudou sua forma de cobrança da taxa de cancelamento. Agora, o passageiro tem apenas dois minutos para cancelar e após isso, o motorista recebe de acordo com seu deslocamento e tempo de espera.

Por parte do motorista, a regra continua e ele precisa esperar cinco minutos no embarque para cancelar. Vale lembrar que o motorista apenas recebe caso ele se desloque para buscar o passageiro.

Já na 99, o passageiro tem em torno de quatro minutos para cancelar sem custos. Isso, caso o motorista ainda não tenha chegado. Caso ele já esteja no embarque ou o passageiro tenha cancelado após os quatro minutos, o motorista recebe quatro reais.

Passageiros vs Motoristas?

Para muita gente, essa é uma questão que coloca passageiros e motoristas um contra o outro.

Como já falamos, esses dois lados tem igual importância para o sucesso do seu aplicativo de transporte. Tanto que já preparamos dois materiais falando como convencer o motorista e como convencer o passageiro a usar o seu app.

Assim, esse é um dos grandes desafios dos gestores de aplicativos de transporte.

Nem sempre o que é bom para o motorista é bom para o passageiro e vice-versa. No entanto, você deve pensar, o que é mais justo?

Dessa forma, é importante analisar que ao mesmo tempo que não é justo não dar ao passageiro o direito do arrependimento, também não é certo deixar o motorista à mercê dos passageiros.

Por isso, a plataforma da Machine permite que donos de aplicativos regionais habilitem a taxa de cancelamento. Dessa forma, eles definem o custo e quanto tempo o passageiro tem para cancelar a corrida sem custos.

Para ficar justo para ambos os lados, o passageiro poderá contestar a cobrança da taxa e aí o gestor precisará fazer o meio campo.

Lembre-se que é preciso ser bom para ambos lados, por mais difícil que isso pareça. Muitos aplicativos optam por dar preferência sempre aos passageiros. No entanto, isso é uma receita certa para gerar insatisfação para os motoristas.

E você? Como cobraria a taxa de cancelamento do seu aplicativo?