Início » O que é sumário executivo de uma empresa de transporte?

O que é sumário executivo de uma empresa de transporte?

Ilustração de uma pessoa apontando para um gráfico, ao lado está escrtio: o que é sumário executivo de uma empresa de transporte?

O sumário executivo de uma empresa de transporte é o resumo do negócio, um breve documento em que se destaca os principais pontos da empresa.

Abrir uma empresa de transporte de passageiros é um grande desafio.

Em um mercado tão competitivo, é preciso estudar, analisar e entender comportamento de clientes, motoristas e demais envolvidos na operação. No entanto, antes de tudo, é preciso encantar as pessoas.

Dessa forma, o sumário executivo é uma forma de colocar no papel as principais concepções da empresa, e mostrar tanto a colaboradores, quanto a possíveis investidores, o que significa a entrada de mais uma empresa de transporte em um mercado já tão competitivo, enfrentando multinacionais como Uber e 99.

Sumário executivo: o que é?

O sumário executivo de uma empresa de transporte é o resumo do negócio, um breve documento em que se destaca os principais pontos da empresa.

Segundo o Sebrae, ele não é uma introdução ou justificativa mas, como o nome diz, é um sumário, como de um livro, com os principais pontos do plano de negócio.

O ideal é que ele tenha diversos formatos. Tanto em relação à sua forma, quanto em seu conteúdo.

Afinal, esse documento pode ser apresentado tanto para possíveis investidores, quanto para os motoristas de aplicativos da região, mostrando o que eles irão ganhar com a chegada da empresa.

Em relação à forma, ele pode ser disponibilizado em um PDF, de uma a três páginas, de acordo com a Ashford University, mas também adaptado em forma de apresentação oral.

Vamos agora desmembrar cada ponto a ser colocado no sumário executivo de uma empresa de transporte de passageiros, com exemplos práticos que o empreendedor pode seguir.

O que colocar no sumário executivo?

Há diversos modelos de sumários executivos para seguir mas, segundo o Sebrae, é essencial colocar os seguintes itens:

  • Resumo dos principais pontos do plano de negócio;
  • Dados dos empreendedores, experiência profissional e atribuições;
  • Dados do empreendimento;
  • Missão da empresa;
  • Setores de atividades;
  • Forma jurídica;
  • Enquadramento tributário;
  • Capital social;
  • Fonte de recursos.

Segundo o administrador e turismólogo, Rafael Vila, em texto para o Blog da Luz, o sumário executivo pode se resumir ainda em cinco partes essenciais:

  • Resumo do Negócio ou Introdução;
  • Sócios ou Equipe do Projeto;
  • Fonte de Recursos e Resumo Financeiro;
  • Visão de Longo Prazo;
  • Gráfico Financeiro.

É possível perceber que os itens citados por Rafael acabam se diluindo entre os tópicos do Sebrae. Dessa forma, você pode encontrar diversos formatos de um sumário executivo, mas o conteúdo está aí para ser apresentado da forma mais clara possível para os interessados na empresa.

Tudo isso é importante, para passar credibilidade para investidores e motoristas que pretendem dirigir para o aplicativo.

Então, vamos ver alguns exemplos práticos de cada item.

Resumo dos principais pontos do plano de negócio

Esse é o momento de realizar uma breve introdução sobre a empresa, passando dados sobre o negócio, serviços, clientes, localização, capital, faturamento, lucro e tempo de retorno do investimento.

Exemplo

Com a pandemia provocada pela Covid-19, empresas passaram a preferir o uso de transporte individual de passageiros para o deslocamento de seus colaboradores.

Dessa forma, a 21 transporte executivo nasce para conectar via aplicativo, motoristas do Rio de Janeiro à empresas locais, que desejam realizar o transporte de seus colaboradores e clientes de forma segura.

  • Capital: R$ XXXX,XX
  • Lucratividade: R$ XXXX,XX
  • Prazo de retorno do investimento: XX meses

Dados dos empreendedores, experiência profissional e atribuições

Esse é o momento de falar dos empreendedores, um breve currículo e quais serão suas atribuições da empresa.

Exemplo

João Silva é formado em administração de empresas pela Universidade X e tem MBA em empreendedorismo pela Universidade Y. Trabalhou dez anos no setor de turismo, onde era responsável pela operação de transfer dos hóspedes de hotéis e resorts. Comandará o setor de relação com clientes.

Fábio Santos é motorista executivo. Atuou por cinco anos em plataformas como Uber e 99. Desde 2019, atua de forma independente, atendendo executivos e hotéis da zona sul do Rio de Janeiro. Será responsável pelo setor de relacionamento com os motoristas.

Dados do empreendimento

Parte, dentro do sumário executivo, em que será apresentado o nome da empresa e seu CNPJ.

O Sebrae indica que, caso a empresa ainda não esteja formalizada, deve-se colocar o CPF dos sócios.

Exemplo

  • 21 Transporte Executivo
  • CNPJ:  XX. XXX. XXX/XXXX-XX

Missão da empresa

É o papel que ela desempenha para o mercado, a razão de sua existência e o objetivo pelo qual trabalharão sócios, motoristas e demais colocaboradores.

Exemplo

A missão da 21 Transporte Executivo é oferecer o serviço de transporte mais seguro, para colaboradores e clientes de empresas cariocas, ao mesmo tempo que garante melhores ganhos e condições de trabalho para os motoristas de aplicativo da nossa cidade.

Setores de atividade

É a definição do setor do mercado em que a empresa pretende atuar. Não de uma forma específica, mas um pouco mais geral.

São exemplos de setores:

  • Agronegócio;
  • Comércio;
  • Serviços;
  • Indústria;

A 21 Transporte Executivo se enquadraria como uma empresa de serviço. Esse setor é definido pelo Sebrae como “empresas cujas atividades não resultam na entrega de mercadorias e, sim, no oferecimento do próprio trabalho ao consumidor”.

Forma jurídica

Maneira pela qual ela será tratada pela lei e por terceiros.

O Sebrae aponta que para micro e pequenas empresas há cinco quatro jurídicas mais comuns:

  • Microempreendedor Individual – MEI;
  • Empresário Individual
  • Empresa Individual de Responsabilidade Limitada – EIRELI
  • Sociedade Limitada.

Assim, por contar com dois sócios, a 21 Transporte Executivo se enquadraria como uma empresa de Sociedade Limitada, que é definida pelo Sebrae como “sociedade composta por, no mínimo, dois sócios, pessoas físicas ou jurídicas. A responsabilidade de cada sócio é limitada ao valor de suas cotas, mas todos respondem solidariamente pela integralização do capital social”.

Enquadramento tributário

O enquadramento tributário, como o nome indica, é a forma com que os órgão públicos enxergam a empresa em relação à cobrança de tributos.

Nesse tópico, o Simples Nacional é um nome sempre falado.

Criado pela Lei Complementar nº 123, de 14 de dezembro de 2006, o Simples é um sistema de recolhimento de imposto unificado para empresas de micro e pequeno porte.

Ao aderir ao sistema, a empresa unifica os seguintes impostos:

  • IRPJ;
  • CSLL;
  • PIS/Pasep;
  • Cofins;
  • IPI;
  • ICMS;
  • ISS;
  • Contribuição para a Seguridade Social destinada à Previdência Social a cargo da pessoa jurídica (CPP).

Lembrando que a lei considera uma microempresa aquelas que faturam anualmente até R$360 mil reais. Já as pequenas, são as que faturam entre R$360 mil e R3,6 milhões de reais no ano.

Capital Social

O Capital Social é definido como os recursos que cada sócio irá investir na montagem do negócio.

Também será necessário colocar o valor do capital e o percentual referente a cada sócio.

Exemplo

João Silva investiu o equivalente a R$10 mil reais e terá 40% de participação na empresa.

Fábio Santos investiu o equivalente a R$10 mil reais e terá 40% de participação na empresa.

Fonte de recursos

Esse será o momento em que se mostrarão as fontes de recursos para a criação da empresa.

Assim, se o empreendedor precisa de um investidor, é o momento em que ele irá fazer essa exposição.

Perceba que, no exemplo, João e Fábio investiram juntos R$ 20 mil reais, detendo 80% do capital da empresa. Dessa forma, eles ainda precisarão de um investidor que coloque mais R$ 5 mil reais no negócio, ficando com 20% do capital da empresa.

Ah, caso queira saber como atrair investidores para um aplicativo de transporte, confira aqui no blog.