Início » Spin Delivery: sucesso tão rápido quanto a entrega

Spin Delivery: sucesso tão rápido quanto a entrega

Logo da spin delivery em laranja, ao lado está escrito "Spin Delivery: sucesso tão rápido quanto a entrega".

A Spin Delivery é um aplicativo de entregas da cidade de Governador Valadares.

A pouco mais de 300 Km da capital mineira, Belo Horizonte, está a cidade de Governador Valadares.

Por lá moram o casal Brenda e Hyroshi, sócios e fundadores da Spin Delivery, um novo, mas já bem sucedido aplicativo de entregas.

Ele é formado em administração. Já Brenda, como ela mesma diz, tem a veia comercial, e trabalha desde cedo em lojas da cidade.

Após ser demitido, Hyroshi passou a trabalhar como motorista de aplicativo.

Via que as oportunidades de emprego estavam escassas.

Mas, mesmo assim, conta que conseguia uma remuneração melhor do que quando trabalhava em uma das principais empresas do país.

Foi então que ele se juntou a outros colegas motoristas e iniciaram um serviço próprio.

“A gente tinha uma cartela de cliente, então eu pensei em nos unirmos para atender nossos clientes em comum. Assim, a gente juntou esse pessoal, criamos um whatsapp e sempre que eles precisavam, o motorista que estivesse mais próximo realizava o serviço”, conta Hyroshi.

Por que não criamos um aplicativo?

A partir daí, ele conta que o grupo começou a mudar a mentalidade.

Assim, vendo a demanda de passageiros que preferia ser atendida por eles, Hyroshi teve a ideia de lançar um aplicativo de transporte.

Foi quando nasceu o app Giro. Porém, o aplicativo não foi para frente.

“A tecnologia que usamos não atendeu a quantidade de demanda. No início estávamos bem, mas quando tivemos um pico, o sistema falhou e foi aí que a sociedade foi se desfazendo”.

Retornou aos aplicativos de transporte como motorista, mas ainda com aquele x na sua cabeça de como poderia usar tudo que aprendeu para montar um negócio de sucesso.

Do aplicativo de transporte ao app de entrega

Enquanto Hyroshi vivia sua saga no transporte por aplicativo, Brenda trabalhava no ramo imobiliário. E muito.

Porém, apesar de gostar do serviço, conta que se sentia desgastada e desmotivada, trabalhando muito por aquela tão esperada promoção, mas nada dela chegar.

Foi quando entrou 2020 e em janeiro foi desligada da empresa.

Vendo as dificuldades enfrentadas no mercado de trabalho, pensaram em vender carro, casa, moto e rumar para fora do país.

Porém, em março, iniciou a pandemia e o plano todo se desfez.

Com o comércio fechado, lojas, restaurantes e bares da cidade passaram a ter dificuldades em sobreviver.

Então, o casal percebeu que havia a oportunidade de contribuir com a cidade, ao mesmo tempo que iniciaria um inovador negócio local, um aplicativo de entregas.

Uniram suas experiências e iniciaram o projeto que viria a ser o principal aplicativo de entregas da cidade.

O início da Spin Delivery

A Spin começou a funcionar no dia 11 de maio.

Mas, antes mesmo do aplicativo ser lançado, Brenda e Hyroshi “bateram de porta em porta” dos estabelecimentos para oferecer o serviço que estava chegando.

A aceitação foi imediata.

Nas primeiras semanas, a empresa já contava com uma planilha de estabelecimentos interessados em contar com as entregas da Spin.

“Lembro que quando começamos a divulgar o serviço, muitas empresas ficaram ansiosas para iniciarmos a operação, principalmente os pequenos negócios. Eram pessoas que faziam seu doce dentro de casa, mas não tinha ninguém para entregar”, explicou Brenda.

Atualmente, a Spin tem grandes estabelecimentos em sua cartela de clientes, mas Brenda conta que a empresa nunca tira do radar os pequenos empreendedores.

“No primeiro mês, a gente começou a atender muito os pequenos negócios, mas com o tempo, nosso nome foi se espalhando nos grupos de lojistas no WhatsApp e passamos a atender estabelecimentos de todos os tamanhos”.

Precisa vender e não sabe como entregar? A Spin Delivery chegou para resolver seu problema

Hyroshi conta que antes de iniciar a operação, os dois se sentaram em frente ao caderninho e definiram uma meta: 50 empresas no primeiro mês.

Resultado? Meta batida no primeiro dia e mais de 120 estabelecimentos cadastrados em menos de um mês.

“Todo dia estamos recebendo dez chamados de empresas no Instagram, mais cinco no WhatsApp (…) a gente pensou que a captação dos estabelecimento seria algo bem passo a passo, mas a necessidade de implementar o delivery acabou acelerando nosso crescimento”.

O serviço das entregas foguete, como ficou conhecido o serviço da Spin, espalhou rapidamente por toda cidade.

Zero Burocracia

Tanto para os estabelecimentos quanto para os entregadores, todo pedido de cadastro na Spin Delivery é feito pelas redes sociais do aplicativo.

“Entramos em contato, cadastramos eles no sistema e damos um acesso, depois disso eles já conseguem solicitar um entregador. O suporte também é todo feito através do nosso WhatsApp”.

Em relação a diferenciação da concorrência, os sócios afirmam que para os lojistas, a principal vantagem são os custos. “Os grandes apps cobram porcentagens muito altas sobre todos produtos vendidos na plataforma, enquanto nós só cobramos pela entrega”.

Para o entregador, os sócios explicam que a empresa cobra uma taxa fixa de 1 real por entrega. “Não importa se a entrega foi de 5 reais ou de 10 reais, a taxa do aplicativo é sempre 1 real”.

Agora, o objetivo da Spin Delivery é se tornar referência na cidade. “Da mesma forma que quando a gente pega um transporte por aplicativo, falamos da Uber, mesmo que não seja, quando um estabelecimento solicita uma entrega queremos que ele diga: vou chamar um Spin”, finaliza Hyroshi.

Para entrar em contato com a empresa, acesse o Instagram da Spin, @spindelivery ou o site spin-delivery.negocio.site.