Início » Same-hour delivery: o que é e como as empresas estão usando?

Same-hour delivery: o que é e como as empresas estão usando?

Ilustração de um relógio de parede, ao lado está escrito "Same-hour delivery: o que é e como as empresas estão usando?"

Same-hour delivery é a modalidade em que as entregas são realizadas em até uma hora após o pedido.

De acordo com relatório desenvolvido pela Mastercard SpendingPulse, o comércio eletrônico brasileiro cresceu 75% em 2020 em comparação com o ano anterior.

O destaque foi para o segundo trimestre do ano, entre março e maio, período que representou 48% deste aumento.

Nesse cenário repleto de opções, a exigência do consumidor aumenta cada vez mais. A entrega do produto tem se tornado o diferencial dos e-commerces e um dos principais desafios do mercado varejista.

O cliente exige, ao mesmo tempo, um frete barato (gratuito, de preferência) e uma entrega rápida.

Dessa forma, diversas soluções foram desenvolvidas para otimizar esse processo como, por exemplo, o same day delivery, que já tratamos aqui no blog.

Contudo, em alguns casos, entregar um produto no mesmo dia não é o suficiente para satisfazer o consumidor. 

Por isso surgiu o same-hour delivery.

Same-hour delivery: o que é?

Same-hour delivery é a modalidade em que as entregas são realizadas em até uma hora após o pedido.

O termo vem do inglês, e significa exatamente “entrega na mesma hora”.

No mercado de entrega de refeições, já é comum que os pedidos cheguem na casa do cliente dentro desse prazo. 

O termo same-hour delivery vem sendo muito utilizado para o e-commerce.

O consumidor pode adquirir roupas, eletrônicos, livros, etc e receber dentro de 60 minutos. 

Para que isso funcione, é importante ter um centro de distribuição na mesma cidade – ou em alguma bem próxima – de onde as entregas serão feitas.

É comum que nesse processo as empresas optem pelo crowdsourcing, isto é, usar entregadores parceiros para realizarem essas entregas. Essas pessoas não têm vínculos com as lojas. A relação existente é similar à que a Uber mantém com seus motoristas.

Outra estratégia utilizada para aplicar a entrega na mesma hora é o Ship from Store ou, em bom português, envio da loja. 

Com essa modalidade, cada loja da rede vira um centro de distribuição. Após o pedido online, o sistema verifica qual loja mais próxima do cliente possui o item e envia a entrega a partir do local.

Grandes empresas como as Americanas e Imaginarium já realizam o Ship from Store.

Amazon Prime Now

Um caso de sucesso de entrega na mesma hora é o Amazon Prime Now. A empresa, que já oferecia soluções de entrega via Amazon Logistics e Amazon Flex, passou a investir de vez no same-hour delivery como um serviço de assinatura.

O clube de assinaturas Amazon Prime oferece diversos benefícios para clientes no mundo inteiro. No Brasil, por exemplo, por R$ 9,99 os afiliados têm acesso ao Prime Reading (milhares de livros e revistas gratuitos), ao Prime Vídeo (serviço de streaming), além de frete grátis em milhares de produtos.

Além dessas categorias existe ainda o Prime Now, disponível na França, Alemanha, Índia, Itália, Japão, Espanha, Cingapura, Estados Unidos e Inglaterra.

Implementado em dezembro de 2014 em algumas cidades de Nova York, o serviço faz parte do clube de assinaturas (por um acréscimo de U$ 7,99 mensais) e permite que os assinantes recebam suas encomendas em até uma hora.

Em maio de 2016, um em cada quatro assinantes do Amazon Prime utilizavam o Prime Now.
A única exigência do serviço é que a compra seja, no mínimo, de 15 dólares. O serviço funciona das 6h à meia-noite, sete dias por semana. Em Manhattan, nos EUA, os consumidores também podem fazer compras e pedidos em lojas locais, além de comprar diretamente com a Amazon.