À esquerda, um motorista configura seu gps. À direita, uma tela azul e está escrito: por que você ainda está na uber?

Por que você ainda está na Uber?

Perguntamos para mais de cem usuários da Uber o que fariam eles trocarem o principal app do Ocidente por um aplicativo regional. Confira as respostas.

Segundo pesquisa divulgada pela Mobile Time, 71% dos brasileiros que usam smartphone já pediram um transporte por aplicativo. Comparado aos últimos dois anos, isso representa um aumento de 21 pontos percentuais.

Em 2017, apenas metade dos brasileiros com smartphones haviam pedido um transporte por app. Em 2018, esse número era de 64%.

Em relação à popularidade do aplicativo, a Uber é disparada a líder na preferência dos usuários de transporte por app.

A pesquisa mostrou que 80% dos usuários brasileiros tem a Uber como principal aplicativo. Em segundo lugar, está a 99 com 17% dos usuários.

Os outros aplicativos somados, com excessão da Cabify e da Easy, que não pontuaram, possuem 3% do mercado.

Apesar da liderança, os números mostram uma leve queda da Uber e uma subida da 99. Além do aparecimento de outros aplicativos na pesquisa.

Esta (99) era apontada como a favorita por apenas 6% do público em março de 2017. O percentual subiu para 10% um ano depois. E agora, em março de 2019, está em 17%. A melhora coincide com a venda da 99 para a chinesa DiDi, ocorrida na virada de 2017 para 2018, o que trouxe mais investimento para a empresa brasileira.

Pesquisa Mobile Time

Assim, notamos que apesar das diversas reclamações de motoristas sobre as altas taxas cobradas, o app ainda é o favorito dos passageiros.

Mas afinal, o que explica o sucesso da Uber entre os usuários?

Do que você mais gosta na Uber?

A Uber é um aplicativo multinacional que investe bilhões em tecnologia e marketing.

O motivo do seu sucesso merece um extenso estudo. Por isso, decidimos perguntar para os próprios usuários o porquê do sucesso do aplicativo.

Curiosamente, o motivo apontado pela maioria dos entrevistados não foi o preço nem a qualidade do aplicativo. Mas sim a praticidade.

Assim, a maioria dos clientes da Uber alegam solicitar uma corrida não pela qualidade do serviço, mas sim pela certeza que haverá um motorista para realizar a viagem.

Afinal, caso o cliente solicite uma corrida e o motorista demore muito a chegar, ele certamente irá cancelar. Se isso ocorrer diversas vezes, ele irá apagar o aplicativo.

É por isso que, apesar das reclamações, muitas pessoas ainda usam a Uber.

Dessa forma, caso você consiga equilibrar uma boa quantidade de motoristas com um bom preço, você será um forte concorrente na sua cidade.

Agora vamos para a segunda pergunta que fizemos. O que fariam as pessoas trocarem a Uber?

O que faria você trocar a Uber por um aplicativo da sua cidade?

Se a Uber dá a certeza para seus passageiros que eles terão um motorista à sua disposição, o que faria eles saírem de lá?

Afinal, como já mostramos aqui, diversos aplicativos regionais estão aparecendo por todo o Brasil. É o caso da Chame Car, do Rotas Brasil e de tantos outros aplicativos que estão batendo de frente com a Uber em suas cidades.

Por isso, perguntamos para os usuários da Uber o que faria elas sairem do app multinacional e passarem a usar um aplicativo da cidade.

O resultado mostrou que o preço é de longe o motivo principal para que as pessoas troquem a Uber. Assim, um aplicativo que queira competir deve oferecer preços menores do que os cobrados por ela.

No entanto, não esqueça que essa equação deve levar em conta que é preciso cobrar menos dos passageiros e remunerar melhor os motoristas.

Isso é possível, como mostra o motorista de aplicativo e Youtuber Fernando Floripa:

Agora que você já tem os dados, você pode dar uma olhada no ebook que preparamos sobre como divulgar um aplicativo de transporte no Facebook. Certamente irá te ajudar a impulsionar o seu negócio.