Início » Motorista Uber pode levar cachorro?

Motorista Uber pode levar cachorro?

Cachorro com a cabeça na janela do carro

Sim, o motorista Uber pode levar cachorro, mas é necessário que o passageiro peça com antecedência, a não ser que seja um animal de serviço.

Publicado em 14/05/2019 – Atualizado em 06/10/2021

Segundo reportagem do Globo Repórter, o Brasil tem a quarta maior população de animais de estimação do mundo.

Um levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelou que 44,3% dos domicílios urbanos e 65% dos rurais possuem ao menos um cão.

Levando para o mundo dos negócios, vemos que os resultados do mercado PET são impressionantes.

Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (ABINPET) em 2017, quando o PIB brasileiro avançou apenas 1%, o mercado dos animais de estimação teve um crescimento de 4,95%.

Para ter uma noção, os donos de cães gastam cerca de 294 reais todo mês com seus pets.

Já em 2019, segundo dados da Euromonitor e do Instituto Pet Brasil, republicados pelo Sebrae, o mercado PET faturou mais de R$ 130 bilhões no ano em todo mundo, R$ 35 bilhões só no Brasil, o que nos transformou no segundo maior mercado do mundo.

Bem, já deu pra perceber que os brasileiros consideram seus cães parte da família. Por isso, querem levá-los para todos os cantos e, se possível, de Uber, 99 ou algum outro app de transporte.

Porém, tanto para os motoristas, quanto para os passageiros, uma dúvida surge: o motorista Uber pode levar cachorro?

UberPets

Até 2016, a Uber possuía no Brasil uma modalidade específica para o transporte de animais, a Uber Pet.

Ele funcionava como qualquer outra categoria da Uber.

O preço era o mesmo que uma corrida UberX e os cachorros não poderiam ser transportados sozinhos. Além disso, era colocado uma capa protetora no banco de parte do veículo.

Por parte do motorista Uber, ele especificava previamente que aceitava levar o cachorro.

No entanto, em maio daquele ano, a empresa decidiu extinguir o serviço.

“No Brasil, todos os serviços da Uber são pet friendly – ou seja, bichos podem ser aceitos pelos motoristas parceiros. Isso também serve para o Rio, por isso vamos descontinuar o produto na cidade, já que os usuários poderão usar uberX ou UberBlack para levar seus bichos para qualquer lugar”, explicou a Uber em e-mail enviado para os clientes.

Nos Estados Unidos, a Uber ainda possui a categoria UberPet que, assim como era no Brasil, oferece as mesmas tarifas do UberX.

Tabela de preço do Uber Pet

Mas afinal, o motorista Uber pode levar cachorro?

Sim, o motorista Uber pode levar cachorro, mas é necessário que o passageiro peça com antecedência, a não ser que seja um animal de serviço.

No primeiro caso, cabe ao motorista Uber decidir se leva ou não o cachorro. A orientação da empresa é que o passageiro ligue para o motorista e pergunte se ele aceita a viagem ou não.

No segundo caso, o motorista é obrigado a transportar o animal.

Segundo o artigo 1º da Lei nº 11.126, que dispõe sobre o direito do portador de deficiência visual de ingressar e permanecer em ambientes de uso coletivo acompanhado de cão-guia, a pessoa com deficiência visual tem direito a ingressar em todos os meios de transporte acompanhada de seu cão.

A Uber também ressalta em seu Código da Comunidade que:

Os motoristas parceiros não podem recusar viagens a usuários porque trazem consigo animais de serviço ou equipamentos de assistência à deficiência (como cadeiras de rodas ou muletas). De maneira geral, as leis aplicáveis proíbem que motoristas parceiros se recusem a prestar serviços a usuários por causa de animais de serviço ou equipamentos de assistência à deficiência ou que os discriminem de alguma forma. Recusar uma viagem por causa de um animal de serviço ou equipamento de assistência à deficiência pode resultar na perda de acesso à Plataforma da Uber.

De acordo com a lei, animais de serviço devem estar devidamente identificados, caso contrário, o motorista parceiro pode solicitar a apresentação desses documentos.

Código da Comunidade Uber

Vale lembrar que caso o animal de estimação urine, vomite, defeque ou suje de alguma forma o veículo, é responsabilidade do passageiro pagar pela limpeza.

Oriente o passageiro a levar consigo uma toalha ou cobertor e, se possível, transportar o animal em caixas ou bolsas de transporte.

Para o motorista vale a pena levar cachorro?

Depende. É preciso que, antes de tudo, o motorista esteja disposto e goste de lidar com animais.

Afinal de contas, se você fizer a corrida “obrigado”, a experiência não vai ser boa nem para você e nem para o passageiro.

Por mais que os passageiros estejam preparados, acidentes podem acontecer. Pode vazar alguma sujeira e o seu trabalho temporariamente precisará ser interrompido para realizar a limpeza. Lembrando sempre que o valor será pago pelo passageiro por meio da taxa de limpeza.

Assim, é importante que o passageiro veja que transportar o cachorro dele é um esforço a mais do motorista. Por isso, ele merecerá ser recompensado ao menos com uma avaliação positiva.

E é pelo desafio de transportar animais de estimação, que vão surgindo empresas especializadas neste público.

Afinal, essa parece ser a maneira ideal de conectar passageiros que queiram levar seus cachorros com motoristas dispostos a transportar o melhor amigo do homem. Vale lembrar os dados apresentados no início do texto.

O mercado pet avança e está aí uma excelente oportunidade para motoristas e gestores de aplicativos regionais realizarem uma parceria com Pet Shops. Já pensou nisso?

Geralmente, o ticket médio de uma corrida Pet nessas empresas são maiores do que nas grandes plataformas. Afinal de contas, o passageiro está disposto a pagar um pouco mais para poder levar seu animal.

Empresas especializadas no transporte de animais de estimação

No Brasil, algumas empresas vão ganhando destaque por se especializar no transporte Pet.

Entre elas, podemos destacar a MooviPet e a PetDriver.

A seguir, vamos falar um pouquinho mais sobre cada uma delas.

MooviPet

Logo da Moovipet

A MooviPet trabalha em alguns bairros do Rio de Janeiro, transportando localmente os animais para passeios, vacinas, consultas, doação, adoção ou qualquer outro motivo.

A frota da empresa é composta por veículos de passeio (com 5 assentos), MiniVans (com 7 assentos) e MiniBus (com 11 assentos), todos com itens de segurança e limpeza. Os motoristas são contratados da própria Moovipet e passam por um curso de capacitação por especialistas em direção defensiva, bem estar dos animais, manipulação de cães e gatos, técnicas de segurança e limpeza veicular no transporte, entre outros assuntos.

As corridas podem ser agendadas no site da MooviPet, telefone, whatsapp ou e-mail da empresa. No caso de corridas não agendadas, o tempo médio para disponibilizar um veículo é de 50 minutos.

A empresa atende de segunda à sexta, das 8h às 18h, e aos sábados das 8h às 14h.

O pagamento é feito em dinheiro ou cartão diretamente com o motorista.

No caso das viagens intermunicipais, a empresa oferece 5 rotas:

  • Rio x São Paulo;
  • Nordeste (Rio x Vitória x Salvador x Recife x Fortaleza);
  • Sul (São Paulo x Curitiba x Joinville x Florianópolis x Porto Alegre);
  • Brasília (Rio de Janeiro x Juiz de Fora x Belo Horizonte x Brasília, Sinop x São Luiz);
  • Pantanal (São Paulo x Campinas x Londrina x Maringá x Dourados x Campo Grande).

As viagens podem ser exclusivas ou compartilhadas entres animais sociáveis.

Os valores dependem da distância da viagem e da quantidade de animais:

  • Valor / animal até 40 Kg (acima de 40 Kg, acréscimo de 20%);
  • 25% off no segundo Pet;
  • 50% off nos demais;
  • 20% off para gatos.

A empresa explica que em viagens de até 12 horas, 2 motoristas realizam o serviço. Até 16 horas, são realizadas paradas de 8h em 8h para descanso dos motoristas e passageiros. Sem falar das paradas a cada 3h para repouso.

As viagens são porta-a-porta, ou seja, o dono do animal escolhe o lugar de embarque e desembarque.

A Moovipet exige atestado de saúde e comprovação (15 dias) e imunização anti-rábica para realizar o transporte do animal.

PetDriver

fundo azul com o logotipo da petdriver com uma patinha

A PetDriver trabalha em bairros do Rio de Janeiro e de São Paulo.

Para os motoristas que desejam rodar pelo aplicativo, é necessário preencher o formulário no site da empresa: petdriver.com.br/motorista.

A empresa também exige alguns pré-requisitos:

  • Ser ou já ter sido dono de animais de estimação;
  • Ter aptidão para lidar com os bichinhos;
  • CNH com EAR;
  • Veículo fabricado a partir de 2012 com quatro portas e ar-condicionado;
  • Ser cordial e simpático no atendimento ao cliente;
  • Responsabilidade no cumprimento dos horários agendados.

Todo motorista precisa fazer um investimento inicial de R$ 320 para entrar no aplicativo. Ele cobre os valores de aquisição de um kit de adequação veicular personalizado, treinamento exclusivo sobre segurança, higienização e utilização do app e workshops com a Royal Canin e o Cão Cidadão.

Segundo a empresa, o ticket médio da corrida no PetDriver é de R$ 30 e o valor mínimo é R$ 14,70.

Rio de Janeiro1 Animal2 Animais3 Animais
Valor MínimoR$ 14,70R$ 15,10R$ 17,50
BandeiradaR$ 4,00R$ 5,00R$ 6,00
QuilometragemR$ 3,00R$ 3,50R$ 4,00
MinutoR$ 0,50R$ 0,65R$ 0,75
São Paulo1 Animal2 Animais3 Animais
Valor MínimoR$ 14,70R$ 15,10R$ 17,50
BandeiradaR$ 5,00R$ 6,00R$ 7,00
QuilometragemR$ 3,50R$ 4,00R$ 4,50
MinutoR$ 0,65R$ 0,75R$ 0,85

A Machine é a principal tecnologia para criação de aplicativos de transporte e entregas do Brasil. Juntos, os apps desenvolvidos com nossa tecnologia já tiveram mais de 130 milhões de solicitações.