Motorista de aplicativo pode vender produtos?

Você já se perguntou se o motorista de aplicativo pode vender produtos durante uma viagem? Então confira a resposta no artigo que preparamos para você.

Seja para ganhar uma renda extra ou até mesmo iniciar um negócio, alguns motoristas de aplicativo buscam vender produtos durante suas viagens.

São produtos dos mais variados tipos, desde doces e bebidas até carregador de celular, fone de ouvido e capinha.

Em reportagem da jornalista Thayza Pauluze, da Folha de São Paulo, o motorista Pedro Madureira Neto contou que chega a ganhar 50 reais extras por semana com a venda de produtos.

Segundo Pedro, que já deu dicas de economia para motoristas aqui no blog, os produtos não atrapalham em suas notas. Ele, como já noticiamos, é um dos poucos motoristas brasileiros a alcançar as cinco estrelas.

No entanto, há certa controversa sobre a venda de produtos no interior dos veículos durante corridas de aplicativo.

Algumas pessoas argumentam que a prática seria proibida por certas empresas, que não gostariam que o motorista perturbasse os passageiros com venda de produtos.

De fato, a Uber há algum tempo proibia em seu regulamento a venda de produtos durante suas viagens.

Porém, essa restrição caiu, fazendo com que os motoristas da Uber possam vender produtos em seus veículos.

Além disso, como argumenta o motorista Fernando Floripa, os motoristas não possuem vínculos empregatícios com a empresa. Além de não haver no contrato de prestação de serviços nenhuma cláusula que impeça a venda de produtos.

Por isso…

O motorista de aplicativo pode vender produtos?

Sim. O motorista de aplicativo pode vender produtos durante suas viagens. Os aplicativos apenas orientam que o motorista não perturbe o passageiro a comprar. Afinal, isso pode prejudicar a experiência dele no app, além da sua nota como motorista.

Em caso de venda de alimentas e bebidas, também é importante estar atento a sujeira no veículo. Por isso, o Floripa aconselha portar um mini aspirador e forrar seu estofado.

Empresas apostam em parcerias com lojas

Além das vendas por conta própria dos motoristas, as próprias empresas já estão apostando na venda de produtos durante corridas de aplicativos.

A Uber tem uma parceria com os Postos Ipiranga e a empresa Cargo, especializada em lanches rápidos.

A Cargo produz kits com doces e guloseimas e os motoristas da Uber de Rio de Janeiro e São Paulo podem retirar nos postos.

Para adquirir o kit, o motorista deve se inscrever no site da empresa.

A 99, em nota para Folha de São Paulo, disse estar em conversas avançadas com fornecedores.

Além das parcerias com grandes aplicativos de transporte, outras empresas estão desenvolvendo kit para os motoristas revenderem em suas viagens.

É o caso da Multilaser, que está montando kits com:

  • 3 cabos iPhone 
  • 3 cabos micro USB 
  • 1 cabos type-C 
  • 2 fones de ouvido 
  • 2 power bank 
  • Capa

O motorista de aplicativo adquire o kit no site e pode revender para o seu passageiro.

Assim, vimos que além do motorista de aplicativo poder vender produtos em seus veículo, é uma boa oportunidade para uma renda extra.

Por isso, para você está pensando em trazer um aplicativo de transporte tipo Uber para sua cidade ou criar uma concorrente da Uber, essa é uma excelente oportunidade para dar ganhos maiores para o seu motorista.

Busque realizar parceiras com lojas da sua cidade para revender produtos durante a corrida.

Neste artigo, preparamos um material para ensinar como conseguir parcerias para seu app. Vale a pena conferir.

Ah, e caso você queira conversar com um dos nossos especialistas para lançar o seu aplicativo, preencha o formulário abaixo.