Início » Motorista de aplicativo pode fazer propaganda no veículo?

Motorista de aplicativo pode fazer propaganda no veículo?

Motorista dirigindo um carro, ao lado uma arte em que está escrito: motorista de aplicativo pode fazer propaganda no veículo?

A publicidade em veículos de aplicativos de transporte pode ser uma fonte de renda para empresas e motoristas, mas será que ela é permitida?

A publicidade é sempre lembrada como uma forma de renda extra para quem fica exposto a uma grande circulação de pessoas.

Famosos em suas redes sociais, times de futebol e grandes eventos usam o seu poderio de visibilidade para negociar com empresas que oferecem dinheiro em troca de um espaço. Seja uma postagem no Instagram, um espaço na camisa ou uma faixa.

No entanto, não são apenas pessoas famosas ou grandes eventos que podem ter esse espaço para comercializar.

Motoristas de aplicativo, por exemplo, recebem diariamente dezenas de pessoas em seus veículos. A cada mês, são centenas e centenas de passageiros que passam, podendo ter acesso à marcas parceiras.

Dessa forma, alguns motoristas, que visavam uma renda extra, passaram a se perguntar de que forma poderiam usar esse contato direto e diário com muitas pessoas para conseguir um dinheiro a mais.

Uma dessas possibilidades, já falamos em uma postagem aqui: as vendas de produtos dentro dos veículos.

Para quem ainda não leu nossa publicação, vale a pena dar uma conferida. Mas, basicamente, a Uber possuía uma restrição que impedia a venda de produtos durante suas viagens. No entanto, essa restrição caiu, fazendo com que os motoristas tenham essa nova possibilidade de ganhos.

Com as propagadas não é diferente. Muitos motoristas enxergaram nela essa possibilidade de faturar um dinheiro a mais.

Por isso, alguns faziam acordos por conta própria, com empresas regionais, para estampar marcas em seus veículos.

Empresas também apostaram em propaganda nos veículos

Observando essa oportunidade de negócio, algumas empresas passaram a intermediar o contato de motoristas e marcas que desejavam ser expostas nos veículos.

Foi o caso da Itdoor, uma empresa paranaense de mídia, que busca transformar os veículos de motoristas de aplicativos em espaços publicitários.

A empresa foi fundada pelos sócios Felipe Chaves e Júnior Cardoso, como mostrou uma entrevista publicada em julho de 2019 no site do jornal Tribuna.

Eles contaram que a ideia surgiu após Felipe, que era motorista de aplicativo, querer adesivar seu veículo para colocar propagandas e, assim, complementar sua renda.

Então, os dois passaram a pesquisar a viabilidade jurídica do projeto e, na metade de Abril, começaram a ir atrás dos clientes.

A primeira empresa a fechar um contrato com a Itdoor foi a rede de faculdades Uninter, que começou a divulgar sua marca nos mais de 100 veículos que haviam se cadastrado incialmente na empresa.

Na época da entrevista, os representantes da Itdoor contaram que aproximadamente 70% do valor recebido pelos anúncios vão para os motoristas, o que gera cerca de R$ 200 por campanha.



Uber anuncia parceria para realizar propagandas em veículos

A Uber também começou a enxergar na publicidade uma forma de ter uma nova fonte de receita, e dar ganhos maiores para os motoristas.

Ao final do último mês de fevereiro a Adweek, portal de notícias especializado em publicidade e propagandas, revelou que a Uber fez uma parceria com a Adomni, empresa norte-americana de mídia.

Segundo a matéria, cada motorista receberá US$ 300 para instalar o equipamento com a propaganda, que ficará em um outdoor em cima do veículo. As propagandas serão veiculadas em formas de anúncios fixos ou vídeos de até oito segundos.

Após isso, eles receberão US$ 100 por semana, aqueles que completarem mais de 20 horas dirigindo com a propaganda.

O projeto ainda está em fase de teste e funciona apenas em três cidades dos Estados Unidos (Atlanta, Dallas e Phoenix).

Até o dia 1 de Maio, as empresas que desejam ter suas marcas expostas pelos veículos da Uber devem se inscrever no site uberooh.com.

Após isso, será possível se cadastrar através do site da Adomni e, no segundo trimestre, eles poderão realizar em plataformas parceiras, como Zeta Global e Amobee.

Afinal, motorista pode fazer propaganda no veículo?

Sim, não há nada no termos de uso dos principais aplicativos de transporte que impeça o motorista de realizar uma propaganda em seu veículo.

No entanto, os apps orientam que isso seja feito de forma discreta, para não gerar muita poluição visual para o cliente.

Aliás, é importante que o motorista fique atento às regulamentações municipais sobre o assunto.

Alguns municípios são bem rigorosos em relação à poluição visual, regulamentando o tamanho dos anúncios a serem expostos.

Do lado do aplicativo, atrair propagandas para os veículos dos motoristas é uma boa oportunidade, para gerar uma nova fonte de renda para a empresa e aumentar os ganhos dos motoristas, gerando uma vantagem competitiva para o app.

No caso dos clientes da Machine, que criam aplicativos de transporte de caráter regional, essa vantagem pode ser ainda maior, já que o contato próximo com os estabelecimentos locais permite que o gestor tenha uma maior chance de atrair parceiros.