Início » A semana no Mercado da Mobilidade Urbana (19/07 – 23/07)

A semana no Mercado da Mobilidade Urbana (19/07 – 23/07)

Pessoa segura uma lupa e aponta para carros no engarragamento.

Acompanhe as notícias que movimentaram o mercado da mobilidade urbana na última semana.

Com a correria do dia a dia, nem sempre dá para acompanhar tudo o que acontece no mercado da mobilidade urbana.

Por isso, catalogamos por aqui, as principais notícias que saíram nos grandes veículos de comunicação sobre o nosso setor.

Uber compra a Transplace

O principal aplicativo de transporte do mundo anunciou ontem (22/07) que está adquirindo a Transplace, uma empresa que desenvolve soluções para logística.

A empresa foi adquirida do fundo de investimento TPG e passará a integrar a Uber Freight, o braço logístico da gigante da mobilidade.

Em comunicado aos investidores, a empresa divulgou que o preço total da aquisição foi de US$ 2,25 bilhões, pagos parte em dinheiro e parte em ações.

“A aquisição ocorre em um momento de transformação acelerada na logística. As demandas de um mercado volátil e a crescente complexidade da logística globalizada estão em conflito com a tecnologia de transporte da era industrial. Em meio a restrições de capacidade e custos crescentes de transporte, os remetentes estão adaptando suas operações em um ritmo cada vez maior e procurando por tecnologia, suporte e soluções que possam modernizar sua cadeia de suprimentos e manter os bens essenciais e a economia em movimento”, diz o comunicado.

A empresa também acredita que a aquisição irá colaborar com a tão sonhada operação lucrativa que até hoje a Uber e seu braço logístico ainda não alcançaram.

Cobli recebe investimento de R$ 175 milhões

A Cobli, startup brasileira de gestão e rastreamento de frota, recebeu na última semana um aporte de R$ 175 milhões durante uma rodada de investimento liderada pela SoftBank.

Segundo comunicado da startup, “o aporte financeiro ajudará a empresa a expandir rapidamente e também investir no desenvolvimento de novos produtos, como gestão de combustível integrada à operação, câmeras veiculares e muito mais”.

A expectativa é que o investimento também ajude a Cobli a desenvolver soluções para frotas de empresas médias e grandes. A missão é criar um seguro precificado com base em dados reais de utilização de veículos.

Segundo o presidente da empresa, Rodrigo Murad, o cenário é bastante positivo para o mercado de logística. “Vivemos um momento no Brasil em que o setor nunca esteve tão complexo e desafiador, principalmente em relação às expectativas de experiência dos usuários e toda a operação. Por meio da tecnologia e inovação, as logtechs proporcionam soluções eficientes e ágeis”.

99 investiu R$ 77 milhões de reais para diminuir 66% dos crimes contra motoristas

Uma matéria publicada na última quinta-feita (22/07) pela Revista Exame, revelou que a 99 investiu mais de R$ 70 milhões nos últimos 2 anos para enfrentar a violência contra os motoristas de aplicativo.

Duas atualizações publicadas no final de 2020, as inteligências artificiais Hércules e Cubo, passaram a agir para verifica padrões de comportamento de risco e evitar que os motoristas sejam redirecionados para áreas perigosas.

Segundo a empresa, os resultados já apareceram e no primeiro semestre de 2021 houve uma queda de 66% na violência contra os motoristas da plataforma.

No topo da lista das reduções estão os estados do Rio Grande do Norte e Roraima.