Início » A semana no Mercado da Mobilidade Urbana (04/10 – 08/10)

A semana no Mercado da Mobilidade Urbana (04/10 – 08/10)

fundo branco com uma ilustração de uma pista e por cima um megafone com ícone de localização

Pesquisa mostra crescimento do número de trabalhadores por app e empresa brasileira investe em tecnologia para veículos de aplicativo.

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgou nesta semana dados de um estudo que mostra o impacto dos serviços por aplicativo no mercado de trabalho brasileiro.

Além disso, a startup de aluguel de veículos para motoristas de aplicativos, a Kovi, volta ao destaque nas notícias após anunciar investimento de R$ 5 milhões em tecnologia de conteúdo para passageiros durante a viagem.

Ipea divulga dados sobre Gig Economy no Brasil

Segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), aproximadamente 1,4 milhão de trabalhadores atuam no transporte de passageiros ou mercadorias via aplicativo no Brasil.

Isso significa que 31% do total estimado de 4,4 milhões de pessoas alocadas no setor de transporte, armazenagem e correio no país atuam em aplicativos da chamada Gig Economy.

No primeiro trimestre de 2016, o número de pessoas ocupadas no transporte de passageiros na Gig economy era de cerca de 840 mil.

No primeiro trimestre de 2018, esse quantitativo atingiu 1 milhão de trabalhadores e chegou ao ápice no terceiro trimestre de 2019, com 1,3 milhão de pessoas. Por conta da pandemia de Covid-19, houve redução ao longo de 2020, mas o número logo se estabilizou nos dois primeiros trimestres de 2021 em 1,1 milhão de pessoas ocupadas em transporte de passageiros no regime de conta própria, valor 37% superior ao do início da série, em 2016.

Nota do Ipea

Já em relação ao transporte de mercadorias, o número passou de 30 mil trabalhadores em 2016 para 278 mil no segundo trimestre de 2021, uma expansão de 979,8% no período.

Segundo o Instituto, com a ascensão das plataformas de aplicativos para entregas de mercadorias ou transporte de passageiros e o consequente avanço tecnológico que facilita mais contratações de curto prazo, é possível perceber que a quantidade de pessoas com empregos não tradicionais (como autônomos e trabalhadores temporários) teve um crescimento exponencial nos últimos anos.

“Dessa forma, a chamada ‘explosão dos aplicativos’ de transportes permitiu o surgimento de uma Gig economy por meio de tais plataformas digitais, que contribuíram para uma transformação no mercado de trabalho pela substituição de empregos em locais e horários fixos por formas mais flexíveis, com trabalhos sob demanda e remuneração por serviços”, explica a nota.

Kovi investe em tecnologia para carros de app

A Kovi é uma empresa de aluguel de veículos para quem já é ou quer ser motorista de aplicativo.

Ela tem estado nas notícias desde que recebeu um aporte de 500 milhões de reais há cerca de dois meses.

Já começando a fazer uso do investimento, a Kovi anunciou essa semana seu próximo projeto: um sistema de entretenimento embutido para os passageiros dos assentos traseiros dos veículos.

Tela interativa da Zanzar
Tela interativa tem conteúdo para conhecer o perfil do usuário (Zanzar/Divulgação)

A ideia é que os veículos de aplicativo com essa tecnologia se tornem potentes meios de publicidade.

Não à toa, a Kovi investiu 5 milhões de reais na Zanzar, adtech de mídia criada há três anos em Minas Gerais, que já possuía projetos avançados na área.

O equipamento é interativo e exibe diferentes tipos de conteúdo para o usuário, como notícias, culinária ou esportes por exemplo. A análise do perfil do usuário é feita com base em algumas perguntas simples, que ele mesmo responde.

No momento em que começa a navegação, indicamos conteúdos interessantes e fazemos perguntas do destino. Se o passageiro disser que irá à academia, por exemplo, começa o loop de coisas relacionadas. E tudo é feito por vontade própria. Nós já temos mais de 1 milhão de viagens e dificilmente o usuário não interage, nem que seja por curiosidade.

Herbert Viana, CEO e cofundador da Zanzar para a Revista Exame