Início » As 7 leis de sucesso dos aplicativos de transporte

As 7 leis de sucesso dos aplicativos de transporte

À esquerda, uma tela azul e nela está escrito: as 7 leis de sucesso dos aplicativos de transporte. À direita, moça sorridente comemorando.

Quais são as 7 leis de sucesso dos aplicativos de transporte que você não pode deixar de seguir?

Todos os anos, muitos empreendedores entram no mercado de transporte por aplicativo. Porém, não são todos que alcançam o sucesso esperado.

Esse não é um mercado simples ou fácil.

Por isso, não acredite se alguém te disser que basta adquirir uma plataforma, colocar para funcionar e que em pouco tempo você já estará faturando milhões.

E tudo isso com passageiros e motoristas 100% satisfeitos.

Não à toa que estamos falando de um mercado bilionário, presente em todos os continentes e que, a cada ano, cresce mais e mais.

A Uber, aplicativo de transporte favorito dos brasileiros com 71% do mercado, apesar de fazer muito sucesso nas grandes cidades do país, ainda encontra pouca aderência em cidades menores.

Segundo informações da própria empresa, em setembro de 2018, a Uber estava presente em mais de 100 municípios do Brasil. Muito, não é mesmo?

No entanto, vale lembrar que o Brasil possui atualmente 5572 municípios. Ou seja, mesmo que a Uber esteja em 199 municípios, isso representa apenas 3,5% de todo o Brasil.

Além de cidades inteiras, muitos bairros, inclusive em grandes cidades, vivem sem o transporte por aplicativo.

Dessa forma, diversos empreendedores entenderam que era possível entrar nesse mercado. Seja para concorrer com a Uber ou, até mesmo, para trazer um aplicativo para sua cidade.

Porém, muitos acabam ficando pelo caminho. Seja por falta de planejamento, pela força da concorrência ou qualquer outro fator.

Além disso, muitos acabam quebrando por não seguir regras básicas para o seu negócio. Observando isso, criamos as 7 leis de sucesso dos aplicativos de transporte.

Quais são as 7 leis de sucesso dos aplicativos de transporte?

Se você pesquisar no Google o significado de leis, vai encontrar 15 tópicos diferentes.

Das mais simples e diretas, como “regra categórica”, até as mais filosóficas e reflexivas como “aquilo que se impõe ao homem por sua razão, consciência ou por determinadas condições ou circunstâncias”.

Se pudermos fazer um resumo desses significados e aplicarmos no seu negócio, a ideia das leis de sucesso dos aplicativos de transporte é que sirvam de base para todas as suas ações com o aplicativo.

Não há lei mais ou menos importante. Todas elas estão dentro de um ecossistema: seu aplicativo de transporte.

Você notará que a forma com que você segue cada uma dessas leis vai variar de acordo com o seu negócio. No entanto, elas não podem ser ignoradas ou tratadas como fator secundário na sua empresa.

De preferência, pense em cada uma das leis o mais cedo possível. Antes de colocar o aplicativo na rua ou, até mesmo, antes de adquirir a plataforma.

Agora, vamos partir para o que interessa. As 7 leis de sucesso dos aplicativos de transporte.

A Lei da Diferenciação

Não é raro encontrar um motorista que rode tanto pela Uber quanto pela 99. Caso a Cabify também esteja na cidade, é capaz do motorista também rodar por ela.

Então, se os motoristas são os mesmos, se os veículos são os mesmos, se o serviço é o mesmo, o que vai fazer com que o passageiro peça o seu aplicativo? É aqui que começamos a falar sobre a lei da diferenciação.

Esse é o momento que você vai entender o que seu aplicativo terá de diferente da concorrência. Pode ser o preço, carros e motoristas selecionados, possibilidade de agendar corrida, favoritar motorista e etc.

Em junho de 2019, realizamos um levantamento com mais de cem usuários da Uber. Fizemos só duas perguntas para eles. A primeira foi por que eles gostam da Uber?

Nesse quesito, a praticidade ganhou de lavada, seguida pelo preço, qualidade e segurança.

A outra questão que buscamos entender foi, justamente, o que faria eles saírem da Uber e ir para um app regional; o seu, por exemplo.

Nesse quesito, foi o preço que disparou na frente, seguido pela segurança e pela qualidade.

Dessa forma, olhar para esse levantamento pode ser um bom ponto de partida para você escolher o diferencial do seu aplicativo.

Além desses tópicos, podemos destacar a possibilidade de você oferecer aos seus passageiros serviços opcionais, como motoristas mulheres, carros com porta grande ou motoristas que aceitam realizar transporte de animais.

Para você pensar em outras possibilidade de serviços opcionais, preparamos para você um ebook exclusivo, com algumas possibilidades que você pode aderir no seu app.

Ah, e ao descobrir qual é o seu diferencial, não esqueça de focar as ações de marketing nele.

A Lei da Fidelização

Segundo um levantamento da Adjunt, aplicativos que ficam 5,8 dias sem serem usados, são deletados dos celulares pelos usuários.

Afinal, assim como você, o passageiro tem uma quantidade limitada de espaço no celular. Por isso, caso perceba que não está usando o aplicativo, ele será deletado.

Dessa forma, busque fidelizar seu passageiro. Caso ele esteja há alguns dias sem usar seu aplicativo, mande a ele uma notificação com um cupom de desconto para usar na próxima viagem.

Se possível, crie um plano de fidelização, oferecendo descontos progressivos para os passageiros, ou seja, dando prêmios para aqueles que mais usarem seu app.

A Lei do Engajamento

O erro de muitos aplicativos é focar 100% nos passageiros e largar a mão dos motoristas. São casos e casos de profissionais que são simplesmente desligados dos aplicativos, sem nenhum direito de defesa.

Pode apostar, sem eles, seu negócio não vai para frente. Por isso, você precisa pensar em estratégias para engajar seus motoristas. Eles devem vestir a camisa do seu aplicativo e serem apaixonados em fazer parte da empresa.

Existem muitas estratégias de engajá-los, mas sem dúvida nenhuma, a primeira é oferecer melhores faturamentos para eles.

Para isso, vale a pena ler o artigo que postamos no blog sobre como cobrar os motoristas do seu aplicativo.

Mas além disso, sempre premie os mais fiéis, aqueles que sempre preferem trabalhar pelo seu app.

A Lei da Gestão

Pode parecer estranho para muita gente, mas algumas pessoas acham que basta você comprar a plataforma e colocar seu aplicativo nas lojas virtuais que passageiros e motoristas vão baixá-los.

Lembre, seu aplicativo não é um investimento de banco, que você coloca e espera render todo mês.

Ser gestor de um app de transporte exige que você esteja diariamente na gestão do seu negócio. Seja conversando com passageiros, motoristas, fazendo a análise da concorrência, entendendo o porquê de você estar com tantas corridas queimadas ou o motivo de ter poucas corridas em determinado local.

A Lei da Expansão

Um aplicativo regional não precisa começar atendendo toda a cidade.

Em português claro, você não precisa dar um salto maior que as pernas ou colocar o carro na frente dos bois.

Expanda sua atuação de acordo com o crescimento do seu aplicativo. Assim, se for preciso, comece atuando em uma bairro. Depois expanda para a região, para outra região, para cidade, até ir colocando franquias em outras cidades.

É muito importante que você pense na questão do cadastro dos motoristas. Apenas aceite novos, caso tenha demanda de corrida o suficiente.

Pense no seguinte cenário. Um aplicativo tem 400 corridas diárias e vinte motoristas cadastrados. Outro aplicativo tem 400 corridas diárias, mas cem motoristas cadastrados. Qual você imagina que está no caminho correto?

Perceba que enquanto em um aplicativo os motoristas estão realizando em média vinte corridas por dia, no outro cada motorista realiza quatro corridas. Há a possibilidade de os motoristas desse segundo app desinstalarem muito em breve.

Aí o ciclo começa, os motoristas param de trabalhar, logo, os passageiros não tem mais carros disponíveis e também começam a desinstalar.

A Lei do Produto

Seu aplicativo é a base do seu negócio, não é mesmo?

Por isso você não pode errar na escolha da tecnologia do seu aplicativo de transporte.

Isso vai desde a capacidade de o aplicativo não falhar em um momento de alta de demanda, passando pelo design, e chegando até as suas funcionalidades.

Pesquise bastante antes de fechar com uma plataforma ou com um programador. Veja quais são as credenciais da empresa, quantas corridas seus clientes realizam por mês, e se ela tem capacidade de suprir suas necessidades e dar conta do seu crescimento.

A Lei da Honestidade

A honestidade é um fator muito importante para seu crescimento, seja como cidadão, funcionário ou empresário.

Não foque aqui só no fato de você seguir as regras para evitar uma dor de cabeça lá na frente, mas sim em tudo que você terá ajudado sua região a crescer.

A lei nº 13.640, de 26 de março 2018, regulamentou o funcionamento dos aplicativos de transporte em todo o território nacional.

A principal característica dessa lei foi passar para os municípios a responsabilidade de regular e cobrar os devidos impostos dos aplicativos.

No entanto houve, por parte de algumas prefeituras, um certo “abuso” e uma tentativa de impedir o funcionamentos dos apps.

Porém, em julgamento no Supremo Tribunal Federal, os ministros decidiram que, apesar de as prefeituras terem o direito de fazerem a regulamentação, não podem proibir os apps de rodarem.

Dessa forma, consulte quais são as leis e os respectivos impostos que você deve pagar. Mantenha seu negócio sempre dentro das regras.

Ah, e caso queira saber mais sobre a regulamentação nacional dos apps de transporte, confira o ebook que preparamos sobre o assunto.