Início » 7 indicadores de desempenho para aplicativos de transporte

7 indicadores de desempenho para aplicativos de transporte

Ilustração de um tablet com gráfico aberto, ao lado está escrito: sete indicadores de desempenho para aplicativos de transporte

Os indicadores de desempenho são dados-chave para o empreendedor entender os rumos do seu aplicativo de transporte e, se necessário, corrigir as rotas.

Como saber se o negócio está no rumo certo?

Seja um supermercado, um e-commerce ou um aplicativo de transporte, é necessário que o empreendedor tenha dados para entender como anda o negócio.

Evidentemente, o faturamento da empresa, o quanto recolheu de mensalidade ou porcentagem das corridas – a depender da forma de cobrança – ,é um bom indicador.

No entanto, é necessário entender que ele é o ponto de chegada de diversos outros indicadores que o gestor do app precisa ficar de olho.

Afinal, tudo faz parte de uma engrenagem, e olhar para esses dados antecipa a identificação de problemas, faz prever resultados e até mesmo possibilita analisar o impacto de campanhas publicitárias, descontos e outras ações da empresa.

Por isso, muita atenção aos indicadores de desempenho listados aqui.

Corridas

A corrida é o grande momento do negócio. Porém, devemos dividi-la em quatros tipos.

  • Solicitadas;
  • Finalizadas;
  • Não atendidas;
  • Canceladas.

 Apesar de colocarmos como um indicador único, é importante que elas sejam analisadas individualmente.

As corridas solicitadas são o total de vezes que o passageiro apertou o botão de chamar – ou similar – no app ou no site.

Podemos dizer que é um dos principais indicadores de desempenho do negócio. Afinal, o aplicativo conseguiu convencer o passageiro de que esta é a melhor opção para realizar o transporte.

No entanto, é importante que o gestor entenda que ainda não é hora de comemorar, pois do momento em que o passageiro solicita a corrida até chegar ao destino final, temos um longo caminho.

Captura de tela demonstrando um dos indicadores, sendo este corridas solicitadas

Caso o gestor identifique que muitas de suas corridas não estão sendo atendidas ou até mesmo canceladas, é necessário atentar-se a essas informações.

É indicado que ele pegue uma amostra dessas corridas e analise se há semelhanças entre elas, como:

  • As corridas não atendidas estão ocorrendo em locais semelhantes?
  • Há uma grande demanda de corridas para pouca oferta de motoristas?
  • O tempo médio de espera por um motorista está alto demais?

Respondendo a essas perguntas, o gestor estará para tomar medidas sempre na direção de transformar todas corridas solicitadas em finalizadas.

Um bom indicador é manter a taxa de corridas finalizadas em 70%, ou seja, de cem corridas que o aplicativo tiver, no mínimo setenta devem ser finalizadas.

Se esse número estiver abaixo do mínimo, é hora de tomar algumas medidas, que vão variar de acordo com a causa do problema.

As mais comuns são incentivar o cadastro de novos motoristas ou até mesmo restringir a área de atuação do aplicativo em locais de baixa presença de profissionais.

Origem das corridas finalizadas

A origem das corridas finalizadas está relacionada ao ambiente em que ela foi solicitada.

Nos ramo de transportes, elas podem ocorrer de três formas:

  • Aplicativo;
  • Site;
  • Maçaneta.

O aplicativo é a forma mais tradicional no ramo. São aquelas corridas que são solicitadas pelo app da empresa.

As corridas solicitadas pelo site são feitas por meio de uma integração. O gestor consegue conectar o sistema com o site, permitindo que o cliente solicite uma corrida por lá.

Esta forma é muito usada por estabelecimentos como hotéis e empresas, que utilizam os sites para o transporte de clientes e funcionários.

Já as corridas- maçanetas, são aquelas que ocorrem de forma semelhante aos táxis, em que o passageiro entra em contato direto com o motorista para realizar a corrida. No caso de transporte particular de passageiros, é necessário conferir a regulamentação local, pois nem sempre esse tipo de corrida é permitida.

Gráfico analisando o indicador de origem das corridas

A importância desse indicador é avaliar o comportamento médio do usuário e entender suas preferências. A depender do modelo do negócio, deve-se estabelecer metas de uso para cada tipo de origem.

Ganhos gerais

Os ganhos gerais são a soma do valor das corridas em um determinado período.

Além de possibilitar realizar a estimativa do faturamento da empresa, principalmente caso o aplicativo cobre por porcentagem, os ganhos gerais oferecem um bom embasamento sobre os rumos do negócio.

Mas além de olhar os dados dos ganhos crus, analisar a origem é uma forma interessante de entender mais sobre a empresa e sobre o comportamento dos clientes.

Por isso, observe quais são as principais formas de pagamento das corridas.

No Brasil, o dinheiro em espécie ainda é a forma favorita para pagar serviços e produtos. Por isso, possivelmente grande parte dos apps terão o dinheiro como sua principal forma de pagamento.

No entanto, analise se há aumento de pagamentos por cartões de débito e crédito. Talvez seja hora de adquirir maquininhas para a empresa.

Há também o pagamento por voucher ou faturado, bem típico em contrato entre empresas e aplicativos.

Gráfico analisando o indicador de ganhos gerais

Ticket médio por corrida

O ticket médio é um indicador comum em diversos negócios e diz respeito a quantos reais, em média, custa cada compra ou serviço realizado pela empresa.

No caso dos aplicativos de transporte, ele é calculado dividindo os ganhos gerais por todas as corridas realizadas no mesmo período.

Dessa forma, o gestor consegue visualizar se cada corrida tem gerado bons ganhos para os motoristas.

Gráfico analisando o indicador de ticket médio pro corridas

Motoristas ativos

O indicador de motoristas ativos é a quantidade de profissionais que ficaram logados pelo aplicativo em determinado período.

Este é um bom indicador para avaliar crescimento ou decréscimo ao longo do tempo.

No caso de aplicativos que utilizam plataformas que cobram por motoristas cadastrados, também é importante para avaliar se não estão realizando gastos desnecessários com motoristas cadastrados e que não estão se logando mais pelo app.

Gráfico analisando o indicador de motoristas ativos

Corridas por motoristas

O indicador de corridas por motoristas é calculado dividindo a quantidade total de corridas finalizadas em um determinado período pela de motoristas ativos.

Ele é essencial para identificar se é momento ou não de cadastrar novos motoristas.

Afinal, não é um bom sinal identificar que, em média, os motoristas estejam realizando poucas corridas cada um pelo app. Pode ser um sinal de uma alta oferta de motoristas para uma baixa demanda de corridas.

Gráfico analisando o indicador de corridas por motorista

Passageiros cadastrados

O indicador passageiros cadastrados é o número de pessoas aptas a pedir uma corrida pelo aplicativo.

Também é um indicador importante de se observar, principalmente em relação a sua evolução ao longo do tempo. Afinal, é um trabalho importante atrair novos passageiros.

Esse dado te permite analisar, por exemplo, se uma ação de marketing teve o impacto esperado ou não.

Gráfico analisando o indicador de passageiros cadastrados

Todas as imagens de indicadores de desempenho foram retiradas da plataforma da Machine, que possui um completo painel de indicadores, permitindo que o gestor do app tenha acesso fácil e rápido aos dados aqui citados.