Início » Quais formas de pagamento posso oferecer para passageiros?

Quais formas de pagamento posso oferecer para passageiros?

Ilustração de uma segurando um cartão de crédito enquanto outra está com um celular, ao lado está escrito "Quais formas de pagamento posso oferecer aos meus passageiros?"

A plataforma da Machine possibilita que gestores ofereçam diferentes formas de pagamento para seus passageiros.

O pagamento é um dos principais desafios de um negócio.

Afinal, ele envolve diversos pontos da empresa. Desde a parte financeira, logicamente, até a segurança dos motoristas.

Os aplicativos multinacionais como Uber e 99 têm investido pesado em formas de diminuir a dependência do dinheiro que, além de oferecer perigo aos motoristas, pode representar mais um foco de disseminação de doenças, em tempos de coronavírus.

Aliás, pelas características dos gastos da população brasileira, que gosta de pagar preferencialmente em dinheiro, a Uber precisou habilitar essa forma de pagamento.

No entanto, em um relatório publicado na época do seu IPO, a empresa admitiu os riscos que isso representava aos motoristas.

Já a sua principal concorrente no Brasil, a 99, vem investindo na sua própria carteira digital, a 99Pay, que recentemente ganhou as opções de transação entre contas e um rendimento mensal de 220% do CDI.

Na Machine, os aplicativos gerados com nossa tecnologia podem oferecer diferentes formas de pagamento aos passageiros.

A configuração é feita dentro da plataforma e o gestor deve informar quais motoristas aceitam determinada forma de pagamento.

Tipos de pagamento na Machine

Agora, vamos detalhar quais formas de pagamento os aplicativos gerados pela Machine podem oferecer aos seus passageiros.

Dinheiro

Apesar dos pontos que tocamos na introdução, o dinheiro ainda é a principal forma de pagamento dos brasileiros.

Na 99, por exemplo, 70% das corridas são pagas dessa forma.

E, se por um lado, de fato ter dinheiro na mão pode oferecer perigo aos motoristas, por outro, é uma forma de antecipar os ganhos.

Afinal, quando os pagamentos são feitos no cartão por app, eles só são enviados para as contas bancárias dos motoristas na semana seguinte.

Por isso, o dinheiro é uma das formas de pagamento aceitas pelos aplicativos gerados pela Machine.

O ponto de atenção da parte do gestor nesse caso é o recebimento da taxa. Pois, no caso do pagamento em dinheiro, a empresa não toca no valor da corrida e deve esperar que o motorista deposite o valor combinado.

Cartão na maquininha

Os aplicativos também podem oferecer o pagamento com cartão de débito ou crédito através da maquininha.

Essa é uma forma de pagamento que vem crescendo nos últimos meses, talvez pelo processo de bancarização de parte da população e pela diminuição do uso de cédulas.

Nesse caso, a própria empresa pode adquirir as máquinas e distribuir para que os motoristas possam utilizar nas corridas.

Dessa forma, o dinheiro iria para a conta da central, que poderia fazer o bloqueio direto da sua taxa e, em seguida, realizar o repasse para os motoristas.

No outro caso, a empresa pode deixar aberto para que os motoristas que tenham uma maquininha possam informar se possuem ou não o dispositivo.

Então, a central poderia configurar para que as corridas pagas com maquininhas fossem apenas para esses motoristas.

No entanto, cai na mesma questão do pagamento em dinheiro, o gestor ficará dependendo que o próprio motorista realize o repasse.

Em relação às marcas de máquinas, confira as opções disponibilizadas pela Ton, a maquininha da Stone, uma das principais fintechs do Brasil.

Cartão no app

Os aplicativos da Machine também oferecem a opção de cartão no app.

Dessa forma, os passageiros podem pagar usando o cartão de crédito, mas sem depender de maquininha, apenas logando seu cartão no aplicativo.

Nesse caso, é necessário que o app tenha uma conta corrente vinculada ao seu CNPJ.

As bandeiras aceitas são VISA (crédito), Mastercard (crédito), Amex (crédito), Hipercard (crédito), Discover (crédito), JCB (crédito), Aura (crédito) e Elo (crédito).

Em relação ao recebimento, ele pode ser feito de três formas:

  • Para o motorista (conta bancária do motorista cadastrado);
  • Para o aplicativo (conta bancária deverá ser no CNPJ do app);
  • Dividido entre o aplicativo e o motorista (definir o percentual que deverá ir para o app de cada transação de cartão).
Sistema de cartão de crédito na Plataforma da Machine

Voucher eletrônico e manual

Outra forma de pagamento é o Voucher eletrônico.

Falamos sobre ele recentemente aqui no blog.

Essa forma de pagamento é feita especificamente por funcionários ou clientes de empresas parceiras do seu app, ou seja, que te contrataram para realizar corridas corporativas.

Para as empresas, o voucher eletrônico facilita no combate às fraudes e no controle das viagens realizadas pelos funcionários.

O gestor cadastra a empresa e o funcionário dentro da plataforma. Então, toda vez que ele for solicitar uma viagem, basta marcar como opção de pagamento o voucher eletrônico.

Ao final da viagem será solicitada uma senha para confirmar o faturamento da corrida.

Cabe ao gestor do aplicativo, de acordo com o tempo acordado com a empresa, exigir o repasse das corridas realizadas e depositar para os motoristas, segurando a taxa do app.

Caso a empresa ainda prefira usar o voucher manual, a plataforma também permite.

Wappa

A plataforma da Machine também permite que os apps cobrem seus passageiros através do Wappa.

Ao realizar o cadastro na central que utiliza a tecnologia da Machine, o motorista/taxista indica que realiza corridas Wappa.

Caso o passageiro tenha o aplicativo dessa central e a empresa fature as corridas via Wappa, ele coloca que essa é sua forma de pagamento e, assim, o nosso sistema vai procurar por motoristas que fizeram essa indicação.

Quando o motorista chegar no local onde está o passageiro, ele abre também a corrida no app da Wappa para faturar pelo sistema da plataforma.