Início » Flex Velozz: como gerenciar uma empresa de entregas?

Flex Velozz: como gerenciar uma empresa de entregas?

Logo da Flex Velozz, uma caixa laranja com asas. Ao lado está escrito "

Conversamos com Tássio Vieira, fundador da Flex Velozz, empresa que realiza entregas para lojistas do Mercado Livre e de outros e-commerces em São Paulo.

Tássio Vieira aprendeu a pilotar uma moto aos 19 anos. Tarde, segundo ele.

Seu pai, que na época vendia botijões de gás, contava com a ajuda do filho para realizar as entregas.

Certo dia, perguntou se Tássio não desejava aprender a se locomover sobre duas rodas.

Ele topou e a partir daí nunca mais parou.

Em algumas semanas, já estava realizando entregas para uma das maiores redes de Fast Food do país.

Mas ele queria mais. Queria conhecer cada canto da cidade de São Paulo.

“Lá, eu conseguia ganhar bem, mas me sentia preso trabalhando apenas em uma região, eu queria conhecer São Paulo. Então acabei indo para uma empresa de entregas e lá eu rodei toda Grande São Paulo, Santo André, São Bernardo, São Caetano (…)”.

Porém, a empresa não durou muito e ele voltou a realizar as entregas da rede de Fast Food.

Apaixonado pela profissão, conta que não largaria a moto por nada.

E a paixão foi tanta que em fevereiro de 2020, fundou a Flex Velozz junto com seu sócio Flaviano.

Atualmente, a empresa conta com uma frota de 12 entregadores, realizando cerca de 750 entregas semanais para lojas como a perfumaria Goya, a loja Khadija e a SISALSUL.

A fundação da Flex Velozz e a decisão pelo e-commerce

A ideia para a criação de uma empresa de entregas que pudesse atender e-commerces da cidade, veio durante algumas conversas com seu sócio.

“A gente se conheceu na rua, realizando entregas e logo pegamos afinidade. Ele, que já chegou até a ser garoto-propaganda de um aplicativo grande, sempre me falava dessa paixão pelo e-commerce, e eu também adorava trabalhar nesse setor. Então montamos a Flex Velozz”.

E desde o início, eles decidiram trabalhar exclusivamente com e-commerces. Para Tássio, o grande diferencial do setor é o público. Mas ele dá uma dica, é necessário ter paciência e amor por trabalhar com o público.

“O e-commerce cresce muito no Brasil. E isso é ótimo pra gente, mas você precisa ter paciência. Se você não gosta de trabalhar com pessoas, nem entre no ramo, porque você vai levar xingamentos, elogios, muitas críticas (…) mas pra mim e pro meu sócio, é um prazer. A gente entra em contato com o cliente, pergunta se a entrega foi feita corretamente ou se ele está precisando de algo”.

Aquisição de clientes: o principal desafio de uma empresa de entregas

Tássio é enfático ao afirmar que a divulgação e a aquisição de novos clientes são os principais desafios de uma empresa como a Flex Velozz.

“A concorrência é grande e os principais nomes do mercado têm verba para contratar uma celebridade e fazer a divulgação. Isso dá credibilidade para a sua marca. Nós, que começamos pequenos, precisamos nos provar a cada dia. Eu tenho clientes que hoje admitem que não estavam seguros quando começaram com a gente, mas foram vendo a qualidade do nosso trabalho”.

Em compensação, Tássio enxerga que as grandes empresas não possuem o mesmo zelo no atendimento ao cliente. “Eu costumo falar com meu sócio que mesmo quando ficarmos gigantes, precisamos manter essa nossa essência, pois dando um atendimento de qualidade, os clientes vão sempre falar bem de nós”.

Para ele, é essencial que o cliente acompanhe a entrega do produto, sabendo exatamente onde ele está. Por isso, tanto Tássio quanto seu Flaviano estão sempre em contato com os lojistas.

Qualidade vs Preço

Para Tássio, o mercado de entregas está de fato muito concorrido. Mas a qualidade dos serviços ainda é baixa.

Ele revela que às vezes acaba perdendo clientes que desejam pagar menos, mas que eles sempre retornam, alegando falta de suporte e cuidado.

“O que manda hoje no mercado é a qualidade. Quando uma empresa cobra um valor muito baixo, ela acaba tirando alguma coisa e geralmente é o suporte ao cliente. É como eu falo, não adianta você comprar um hambúrguer completo por R$ 1,00, aquilo pode acabar te dando dor de barriga”.

Entregando para o Mercado Envios Flex

Há alguns meses, a Flex Velozz descobriu o Mercado Envios Flex, o sistema de entregas no mesmo dia do Mercado Livre.

Como essa é uma das especialidades da empresa, eles enxergaram uma boa oportunidade de negócio.

Por isso, começaram a bater de loja em loja, oferecendo seus serviços.

Por ainda não estarem na lista de indicação do Mercado Livre, alguns clientes acabam enxergando com desconfiança, por isso, Tássio explica que a missão da empresa é mostrar a responsabilidade e a capacidade de executar o serviço de forma bem-feita.

“Optamos por essa área devido a nossa experiência e tem dado super certo. Mas o principal desafio continua sendo a aquisição de novos clientes e, por isso, nas próximas semanas vamos investir ainda mais na divulgação, com vídeos e outras ações nas redes sociais”.

Ele explica que não há atalho nessa área, é preciso ir atrás dos clientes. “Eu vivo 24 horas procurando clientes.Eu acordo de manhã e já começo a enviar e-mails para as empresas, oferecendo nossos serviços, até um dia que fecharmos um contrato grande”.

O dia a dia de uma empresa de entregas

Tássio explica que logo pela manhã, a empresa aciona os entregadores da frota.

Ao mesmo tempo, entra em contato com os lojistas para negociar as entregas do dia.

Entre meio-dia e 13h, os entregadores começam a retirar os produtos nas lojas, enviando-os até a base, no bairro da Vila Leopoldina.

Com os produtos na sede, os gestores começam a organizar as entregas de acordo com as regiões de São Paulo. Por exemplo, há um entregador voltado para as entregas na Zona Leste, outro na Zona Sul e assim por diante.

Em seguida, é feito o despacho dos produtos.

Para o futuro, a empresa pretende investir nas entregas com carros, que segundo Tássio, é o melhor caminho para o setor.

Para acompanhar a Flex Velozz, visite o instagram @flex_velozz_transporte_.