Imagem de uma escada, ao lado está escrito: Entregador pode recusar subir escadas

Entregador pode recusar subir escadas?

Subir e descer escadas é uma atividade muito constante no trabalho do entregador, mas será que ele pode se recusar e, assim, poupar seu tempo?

O serviço de delivery vem se popularizando há alguns anos. Esse processo foi favorecido, em grande parte, devido à comodidade oferecida por ele. Isso porque, com as entregas, não é necessário que o cliente de determinado restaurante, por exemplo, saia de casa para consumir.

Além do fator comodidade, o fator segurança também é importante para os clientes, pois estes não têm a necessidade de se deslocar pela cidade em alguns horários de risco de violência.

A respeito do atual momento, com a crise instaurada pelo novo coronavírus, ambos os fatores ganharam proporções ainda maiores. Os clientes não podem, nem devem, sair de suas casas para evitar o contágio.

Dessa forma, além de o mercado de entregas ter recebido maior atenção dos consumidores, também aumentou bastante a sua demanda nos últimos meses.

O papel dos entregadores

Os entregadores são essenciais para o serviço, pois fazem parte da dinâmica de busca dos produtos solicitados nos restaurantes, farmácias e outros estabelecimentos, e respectiva entrega aos clientes desses estabelecimentos. Sejam via aplicativos do tipo Loggi, ou mesmo do tipo iFood, a dinâmica para esses profissionais é semelhante.

O ideal e recomendado, em épocas de contágio, como a atual, é que se evite qualquer aproximação entre as pessoas. Apesar disso, com esses profissionais em trânsito constante, o cuidado deve ser redobrado; tanto para a segurança dos próprios entregadores, quanto para a dos clientes.

Por isso, embora ele possa realizar a entrega na porta, o entregador pode recusar subir escadas.

Se, anteriormente, a recusa pudesse ser por distância (como no caso de condomínios muito grandes, com diversos blocos de prédios, causando atraso nas próximas entregas) ou por algum problema físico desse entregador (como limitações nas articulações, causando dificuldades para subir escadas), agora, a recusa pode se tratar de um ato de segurança para os dois lados.

Entregador pode recusar subir escadas?

Sim, o entregador pode recusar subir escadas, com base em motivos como os seguintes: distância, e consequente atraso no seu serviço; limitações físicas; padrão de segurança.

Recomenda-se que, previamente, seja notificado ao cliente via app a possibilidade, ou não, de que o entregador do seu pedido suba escadas, utilize o elevador ou deixe o pedido na portaria.

Com essa decisão antes estabelecida, é menos provável que o cliente critique ou sinta que o serviço de entregas não atendeu às suas expectativas. Além disso, também ajuda a evitar possíveis desentendimentos com os entregadores em questão.

Caso o contrário aconteça em algum momento, com algum tipo de reclamação do cliente, o ideal é que se explique e reafirme que esse procedimento foi estabelecido por questões de segurança, ou motivos de força maior do próprio entregador.

Nesse momento, é necessário ter cautela, ainda mais para os que estão na “linha de frente” e não têm a possibilidade de realizar seus serviços em esquema home office.

Além do blog, você pode conhecer mais sobre o serviço de entregas pelo nosso canal no YouTube. Inscreva-se e aproveite!