Início » Entregas com carros particulares: como fazer?

Entregas com carros particulares: como fazer?

Imagem do texto sobre entregas com carros particulares: na imagem temos um entregador dentro de um carro com uma caixa

As entregas com carros particulares têm ficado cada vez mais populares. Então conheça algumas empresas que agregam carros para entregas.

Publicado em 18/01/2021 – Atualizado em 23/06/2021

Sempre que lançamos um texto sobre entregas com carros particulares, nosso WhatsApp lota de mensagens cheias de dúvidas.

Como talvez você já saiba, a Machine não realiza cadastro de motoristas ou de entregadores.

Somos uma plataforma de geração de aplicativos nessas áreas, e por isso, quando alguém surge pedindo para agregar seu veículo, nada podemos fazer.

Porém, diante da demanda que temos observado nesses últimos meses, muito impulsionado pela popularização do e-commerce, listamos algumas empresas que agregam carros particulares para fazer parte da sua frota de entregas.

Lalamove

Já lançamos dois textos sobre a Lalamove no blog da Machine.

No primeiro, esmiuçamos ponto a ponto deste serviço de entregas.

No segundo, focamos em cada uma das categorias oferecidas pela plataforma chinesa.

Então, se você se lembra bem, a Lalamove agrega veículos de passeio, SUVs, utilitários, Vans, Carretos e VUCs.

Para conferir os modelos aceitos, clique no link disponibilizado pela empresa.

Atualmente, a Lalamove só cadastra entregadores em 2 cidades do país: Rio de Janeiro e São Paulo.

O cadastro é feito dentro do site da empresa, em lalamove.com/brasil/motorista.

Inicialmente, os interessados preenchem um formulário no site e, em seguida, participam de uma vídeo-aula sobre a plataforma.

Com o app Lalamove para Entregadores instalado, é só enviar os documentos solicitados e aguardar pela ativação.

Segundo a empresa, não há um prazo determinado para que ela ocorra, pois novas ativações dependem do aumento da demanda de entregas.

Os documentos exigidos são:

  • Carteira Nacional de Habilitação com a observação EAR (Exerce Atividade Remunerada);
  • MEI com atividade relacionada a entregas, no caso de motoboys no Rio de Janeiro;
  • Comprovante com número da agência e conta bancária;
  • Documento do veículo (CRLV).

Para mais informações, consulte: lalamove.com/brasil/faq/motorista.

Eu Entrego

fundo de mapa com o logotipo eu entrego na frente

Também já falamos sobre a Eu Entrego por aqui.

O cadastro nessa plataforma é feito no site entregador.euentrego.com.br/cadastro.

Ela realiza as entregas de empresas como:

  • C&A
  • Magazine Luiza
  • Reserva
  • InBrands

Assim como na Lalamove, o primeiro passo é preencher um formulário com informações gerais e o tipo de veículo em que serão realizadas as entregas.

Atualmente, os veículos cadastrados na Eu Entrego são:

  • Hatch;
  • Sedan;
  • SUV;
  • Fiorino;
  • Furgão;
  • Pickup.

Os documentos necessários para o cadastro são:

  • Documento de Identidade;
  • Foto;
  • Dados Bancários;
  • Documento do Veículo (carro ou moto);
  • Carteira Nacional de Habilitação (CNH);
  • Comprovante de Residência;
  • Comprovante de Antecedentes Criminais;

Desde meados de 2020, a Eu Entrego também exige que o entregador seja um microempreendedor individual cadastrado.

O cadastro definitivo varia de acordo com a demanda de serviços na região.

Para mais informações, consulte o Manual do Entregador feito pela empresa.

ASAP Log

Entregador ao lado da logo da Asap Log

A ASAP Log é uma solução de logística para lojas online.

Via Varejo, dona das Casas Bahia e do Ponto Frio, comprou a plataforma para, segundo comunicado divulgado na época, apoiar os despachos de mercadoria direto das lojas do grupo.

O cadastro começa no site: asaplog.com.br/seja-entregador.

Segundo o site da empresa, as únicas exigências são possuir celular com internet, veículo e CNH em situação regular.

O formulário inicial solicita algumas informações pessoais e profissionais, como experiência em entregas e transporte por aplicativo.

Os veículos de passeio e utilitários que se cadastram realizam o transporte de objetos leves como:

  • Livros;
  • Peças e acessórios automotivos;
  • Roupas e acessórios;
  • Calçados;
  • Jogos;
  • Artigos para bebês;
  • Itens de decoração;
  • Mobiliários (desmontados),

Para mais informações, consulte o Guia do Entregador da empresa.

Click Entregas

entregador passando duas caixas para uma pessoa

O cadastro na Click Entregas é realizado diretamente no aplicativo Click Entregas para Entregador.

Ela faz parte do Dostavista Group, um serviço global de entregas que está presente em 11 países ao redor do mundo.

Inicialmente, a empresa vai exigir informações gerais e fotos dos seus documentos de CNH, comprovante de residência e MEI.

A Click Entregas opera no Rio de Janeiro, São Paulo, Recife, Curitiba, Belo Horizonte e Campinas.

Para mais informações, consulte o site: clickentregas.com/para-entregadores.

Logbee

fundo amarelo escrito logbee em preto com uma abelha

A Logbee é a empresa de logística do grupo Maga Lu.

O pré-cadastro para os entregadores interessados é feito em um formulário disponível no site: logbeesp.wixsite.com/website.

Os documentos solicitados nesse pré-cadastro são:

  • RG;
  • CNH;
  • Documento do veículo

Se o veículo não for do entregador, é necessário foto do RG e CNH do proprietário.

Caso o entregador seja registrado na Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), é necessário informar também o Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas.

Também é necessário possuir MEI, mas a Logbee informa que auxilia nesse processo.

Segundo o formulário de cadastro, a empresa está recrutando nas seguintes cidades:

  • Região Sul – Caxias do Sul – RS
  • Região Sul – Curitiba – PR
  • Região Sul – Itajaí – SC
  • Região Sul – Londrina – PR
  • Região Sul – Porto Alegre – RS
  • Região Sudeste – Belo Horizonte – MG
  • Região Sudeste – Campinas – SP
  • Região Sudeste – São Paulo – SP
  • Região Sudeste – Ribeirão Preto – SP
  • Região Nordeste – Fortaleza – CE
  • Região Nordeste – Maceió – AL
  • Região Nordeste – Recife – PE
  • Região Nordeste – Teresina – PI
  • Região Centro Oeste – Goiânia – GO
  • Região Centro Oeste – Brasília – DF
  • Região Centro Oeste – Campo Grande – MS

São aceitos veículos de passeio e utilitários.

Segundo artigo do Canal Tech, que também faz parte do grupo Maga Lu, após realizar o cadastro, o motorista fica disponível no banco da empresa e é acionado quando necessário.

Todos participam de um treinamento, em que o entregador aprende a utilizar o aplicativo e a carregar os produtos.

Além disso, em suas primeiras entregas, um funcionário da Logbee o acompanha.

Carros de passeio podem realizar até 60 entregas por dia, e SUVs até 100.

Ame Flash

fundo cinza escrito ame flash em rosa

O Ame Flash é o aplicativo que realiza as entregas do grupo B2W, ou seja, das Lojas Americanas, Submarino e Shoptime.

O cadastro é feito através do aplicativo, disponível para celulares Android na Play Store.

Para os motoristas que desejam agregar seus veículos para entrega, é necessário:

  • Ter mais de 18 anos;
  • Ser MEI (Microempreendedor Individual);
  • Ter Carteira Profissional Definitiva de Habilitação para carros e motos;
  • Ter EAR (Exerce Atividade Remunerada) na carteira de motorista;
  • Não ter nenhum registro no seu Atestado de Antecedentes Criminais;
  • Utilizar um veículo com licenciamento válido.

O serviço está disponível em 639 municípios pelo Brasil, como por exemplo:

  • São Paulo;
  • Rio de Janeiro;
  • Curitiba;
  • Belo Horizonte;
  • Brasília;
  • Campinas;
  • Salvador.

Shippify

A Shippify também está na lista das empresas de entregas que agregam carros particulares.

Ela realiza as entregas de grandes e-commerces no Brasil, como a Amazon, Carrefour, Nextel e Buscapé.

Ela está presente em 17 estados e no Distrito Federal.

O cadastro é feito através do aplicativo, disponível para celulares Android na Play Store.

É necessário:

  • Carteira Nacional de Habilitação dentro da validade;
  • Comprovante de residência atual;
  • Dados bancários;
  • Atestado de antecedentes criminal;
  • Documento do veículo;
  • Foto do veículo;
  • Certificação de MEI.

Uber

Em Maio de 2020, a Uber aderiu a modalidade de entregas como uma forma de aumentar os ganhos dos motoristas durante a pandemia da Covid-19.

Com o Uber Flash, passageiros e empresas podem usar a frota de motoristas do aplicativo para realizar a entrega de produtos e objetos pessoais.

A modalidade começou em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre e Salvador, mas desde fevereiro de 2021, está disponível em todas as cidades em que a Uber tem operação.

As tarifas são semelhantes às das corridas UberX e os objetos transportados precisar estar dentro das regras indicadas pela Uber, como ter no máximo 10kg e custar até R$ 500.

Dessa forma, para realizar as entregas da Uber, o motorista precisa estar cadastrado no app e com a modalidade ativada.

Segundo notícia publicada no Portal Tecmundo, em 2020, mais de 1 milhão de itens foram enviados por meio da Flash e no Dia dos Namorados do ano passado, a categoria teve um pico de 200% de aumento nas solicitações.

99

pessoa segurando uma caixa

Assim como a Uber, a 99 também aderiu a modalidade de entregas com carros particulares através da categoria 99Entrega.

O modelo é como o da concorrente norte-americana e as tarifas são semelhantes aos da 99Pop.

Empresas como a Juliana Flores e a ONG Geraldo Falcões, utilizam a categoria para fazer as entregas de seus produtos e arrecadação de doações.

Segundo a 99, os setores que mais utilizam as entregas da plataforma são:

  • Confeitaria;
  • Roupas;
  • Costura;
  • Artesanatos e representantes de cosméticos;
  • Floriculturas;
  • Supermercados;
  • E-commerce.

No início de junho, a 99 anunciou a expansão da categoria para todas as cidades do Brasil em que está presente.

Para realizar as entregas da 99, é preciso se cadastrar na plataforma como motorista e habilitar a modalidade de entregas.

inDriver

O aplicativo de transporte russo que permite a negociação de tarifas entre motoristas e passageiros também não ficou de fora da modalidade de entregas.

A empresa trabalha com o envio de produtos de até 20kg por meio dos motoristas cadastrados na plataforma.

Assim como no serviço de transporte, o cliente oferece um preço e o motorista-entregador pode aceitar, recusar ou fazer uma contraproposta.

iFood

Desde que entrou no setor das entregas de supermercado, o iFood passou a cadastrar carros em sua frota de entregadores.

A categoria está disponível em todas as capitais do Brasil, com excessão de Rio Branco, Porto Velho, Cuiabá e Macapá, por enquanto.

Além disso, está presente em outras algumas cidades do interior e Regiões Metropolitanas.

Para conferir se seu município já possui o serviço, confira o mapa disponibilizado pela própria empresa.

O repasse do dinheiro é feito toda sexta-feira e o cadastro pode ser feito através do app iFood para entregador.

Para mais dúvidas, confira nosso texto como fazer entregas para o ifood?