Início » Doordash: o que é e como funciona?

Doordash: o que é e como funciona?

entregador

Doordash é um serviço de delivery estadunidense que atua de forma semelhante ao iFood, em diversos países do mundo, mas ainda não chegou ao Brasil.

Publicado em 31/12/2020 – Atualizado em 29/12/2021

No Brasil, o iFood é sinônimo de aplicativo de delivery.

Não à toa. Afinal, o app brasileiro se consagra cada vez mais como a principal Food Tech da América Latina.

Em Março deste ano, a empresa brasileira atingiu o marco de 60 milhões de pedidos em um único mês.

Nos Estados Unidos, esse posto é da DoorDash.

A empresa foi fundada em outubro de 2012 com o nome de PaloAltoDelivery.com, por Tony Xu, Evan Moore, Stanley Tang e Andy Fang, todos alunos da Universidade de Stanford, na Califórnia (EUA).

A primeira entrega ocorreu três meses depois, em janeiro de 2013. 

Em 2018, a empresa ultrapassou o Uber Eats e passou a ocupar o segundo lugar no segmento nos EUA, atrás apenas da GrubHub.  No ano seguinte, assumiu a liderança e se manteve no topo em 2020, registrando 49% de participação no mercado de entregas de comida nos Estados Unidos.

Em dezembro de 2020, a empresa abriu capital na bolsa de valores, chegando a alcançar um valor de mercado de US$ 72 bilhões.

Capa da doordash
Foto: Doordash/Reprodução

Doordash pelo mundo

Os serviços de entrega ao redor de todo mundo passaram por um crescimento acelerado devido à pandemia da Covid-19 e com a Doordash não foi diferente.

Na abertura de dados, processo obrigatório para as empresas que desejam entrar na bolsa de valores, a companhia norte-americana revelou que no período de Janeiro à Setembro de 2020 o faturamento foi três vezes maior do que o mesmo período em 2019, alcançando 1,9 bilhão de dólares.

Segundo a revista Exame, a abertura de capital da Doordash foi muito importante para o mercado como um todo, já que possibilitou uma visão mais profunda sobre a situação do mercado de delivery.

A empresa aproveitou para levar suas operações para outros territórios. Atualmente, já é possível utilizar dos serviços da Doordash nos:

  • Estados Unidos;
  • Canadá;
  • Austrália;
  • México;
  • Japão;
  • Alemanha;
  • Porto Rico.

Você pode conferir a lista completa das cidades onde o app atua aqui.

A empresa afirma ter 1 milhão de entregadores cadastrados em sua plataforma e uma base de clientes de 18 milhões de pessoas, sendo 5 milhões deles assinantes do serviço DashPass, que garante entregas grátis com pagamento de US$ 9,99 ao mês.

Como funciona?

A DoorDash é uma empresa de tecnologia que tem como objetivo conectar consumidores e restaurantes locais através de entregas realizadas por parceiros. 

Para realizar um pedido, o cliente precisa apenas acessar o marketplace pelo aplicativo ou site. 

Pagamento

De acordo com a empresa, os clientes realizam o pagamento na hora do pedido e os parceiros recebem o depósito equivalente, semanalmente, às quintas-feiras. 

Caso o estabelecimento deseje receber diariamente (exceto fim de semana), é necessário fazer um update na conta para ter esse recurso premium. 

O valor final cobrado ao consumidor inclui: 

  • Preço da comida;
  • Impostos locais;
  • Taxa de entrega;
  • Taxa de serviço;
  • Gorjeta (opcional).

Já os entregadores recebem a soma resultante de: pagamento base + promoções + gorjeta.

O pagamento base varia, dependendo do tempo estimado, distância e conveniência do pedido. 

Entregas com distâncias maiores, que devem levar mais tempo e que são menos populares terão uma remuneração base mais alta. 

Os Dashers podem ganhar ainda mais com as promoções. 

Elas funcionam de três formas:

  • Pico de pagamento: quando há alta demanda, ele pode entrar em vigor;
  • Desafios: a empresa oferece bônus e outros incentivos para recompensar melhor os Dashers mais ativos e ajudá-los a atingir metas de ganhos por semana;
  • Drive: uma taxa maior oferecida aos Dashers que realizam grandes pedidos em supermercados.

Como ser um Dasher?

Quem deseja trabalhar como parceiro da Doordash, precisa:

  • Ter, no mínimo, 18 anos;
  • Ter um carro ou bicicleta;
  • Possuir carteira de motorista;
  • Apresentar ficha de antecedentes criminais;
  • Apresentar número da previdência social (nos EUA).

Com essas informações em mãos, basta se inscrever no site (https://www.doordash.com/dasher/signup/) e aguardar a aprovação da empresa — esse processo leva entre uma e duas semanas.

Como é feito o cadastro dos estabelecimentos?

Os restaurantes que desejam firmar parceria com a Doordash devem entrar em contato com a empresa pelo site. 

Lá, preenchem um formulário informando nome, telefone, endereço e e-mail do estabelecimento e podem realizar um teste de 30 dias grátis.

Ao se inscrever como parceiro, o restaurante passa a ter acesso a um portal onde pode gerenciar os pedidos e analisar os dados dos clientes. 

Os estabelecimentos parceiros precisam arcar com as seguintes despesas:

  • Taxa de comissão: negociável e pode oscilar entre restaurantes, mas, geralmente, a DoorDash cobra um percentual de 20% por seus serviços;
  • Imposto sobre vendas: varia de acordo com o estado;
  • Taxa do tablet: uma taxa opcional para os estabelecimentos que desejam obter a assinatura do tablet DoorDash. São cobrados US$ 15 semanais para que o comerciante tenha acesso ao aplicativo para gerenciamento de pedidos, que ajuda a agilizar as operações;
  • Encargos de erro: esses valores variam e são cobrados sempre que há um problema com um pedido do cliente, como um item errado ou ausente.

A Machine é a principal tecnologia para criação de aplicativos de transporte e entregas do Brasil. Juntos, os apps desenvolvidos com nossa tecnologia já tiveram mais de 130 milhões de solicitações.