Início » Comunicação: o ecossistema do transporte por aplicativo

Comunicação: o ecossistema do transporte por aplicativo

lápis de cor e balões redondos na diagonal sobre fundo amarelo

Uma boa estratégia de comunicação pode ser dividida em diversos tópicos, que precisam estar alinhados para que o aplicativo de transporte tenha sucesso.

Os aplicativos de transporte continuam crescendo e se destacando no mercado da mobilidade urbana.

São diversos apps, com propostas de funcionamento distintas, mas que conseguem conquistar seu espaço nesse meio.

Mas o que faz um aplicativo ter sucesso?

É impossível apontar somente um fator, por isso é muito comum que esse tema seja abordado sob a ótica de um “ecossistema“, ou seja, um conjunto de fatores que juntos formam um sistema estável e equilibrado.

Um desses fatores é a comunicação que, como veremos adiante, carrega um papel abrangente e fundamental para o sucesso de qualquer negócio.

Por ser um processo de transmissão e troca de informações, a comunicação é necessária em todos os níveis de uma empresa, seja na parte tática e estratégica, ou na parte de operações.

Além disso, é indispensável que a comunicação entre os diferentes setores de um negócio esteja alinhada. Isso vai além de somente evitar erros e falhas nos processos, como diz respeito também à forma como sua empresa será percebida por seus colaboradores internos, parceiros e clientes.

Confira os itens que são essenciais para o funcionamento da estratégia de comunicação do seu aplicativo de transporte.

Marca

Talvez o principal item desta lista. Isso porque todos os demais itens vão de alguma forma dialogar ou estar em contato com ele.

Quando falamos em marca é bem provável que a primeira coisa que venha a sua cabeça seja o logotipo, o símbolo visual que identifica seu negócio.

Não é um equívoco fazer essa associação, mas é sim um erro, resumir sua marca somente ao aspecto visual.

Por trás da identidade visual e do ícone que vai representar seu aplicativo deve existir um conceito que englobe o objetivo, a essência, o que se espera do serviço.

Na verdade é bem mais comum no meio do design que, antes de se construir o logotipo, se construa o conceito.

Dessa forma, a parte visual estará de acordo com os valores da empresa, e será muito mais simples para o cliente entender “quem é você, e o que você faz”.

Site

O site é a plataforma online onde o cliente terá contato com sua marca e poderá conhecer mais sobre sua história e seus serviços.

Além de saber mais sobre preços, áreas de atuação e outras características de funcionamento do seu aplicativo, normalmente quem acessa seu site espera encontrar informações mais profundas sobre a empresa.

Por isso, não é incomum encontrarmos seções nos sites dedicadas a apresentar:

  • Missão, visão e valores;
  • Diferenciais e depoimentos;
  • Respostas para as dúvidas mais comuns sobre a empresa e o app;
  • Área destinada a contato do cliente.

O site deve ser visto como o centro de operações da sua marca. Quando alguém quiser conhecer seu app mais profundamente, é lá que ele deve ir.

Redes sociais

Atualmente não há como pensar em um negócio de sucesso que não possua redes sociais.

As redes sociais têm um outro papel importantíssimo para qualquer serviço: aproximar marca e cliente.

Elas permitem que a marca se faça presente no cotidiano do público, se relacionando, interagindo e construindo identificação entre as partes.

Quer que o cliente te procure quando precisar? Esteja com ele no dia a dia.

Assessoria de imprensa

A assessoria de imprensa é um instrumento da comunicação que busca auxiliar um negócio a se promover de forma efetiva nos meios de comunicação.

Ela serve como ponte entre o cliente atendido e os veículos de comunicação e, consequentemente, o público.

A assessoria administra informações e as transforma em pautas relevantes, que sejam interessantes para divulgação nas mídias.

Além disso, a assessoria analisa quais são os melhores veículos de comunicação para receber cada pauta sobre seu serviço, pensando em questões como o público que se deseja atingir e o impacto do meio de comunicação.

Normalmente recorrem a assessoria, negócios que já são mais consolidados no mercado e que buscam um crescimento de público.

Marketing

Encerrando a área da comunicação externa, talvez esse seja o tópico mais abrangente.

O marketing, diferentemente dos outros itens citados, não é uma ferramenta ou um meio, mas sim um setor. Um setor de marketing tem como função:

  • Divulgar seus serviços;
  • Gerar clientes;
  • Se relacionar com o público;
  • Tornar a marca relevante.

E é por isso que na maioria dos casos, quem tem o controle sobre a administração das redes sociais e do site, quem mantém contato com a assessoria de imprensa e quem trabalha para gerar patrimônio de marca, é o marketing de uma empresa.

Por ter muitas atribuições, o marketing tem suas próprias subdivisões, mas ainda assim, é o principal responsável por centralizar e alinhar principalmente a comunicação externa (voltada para o cliente) de uma empresa.

Comunicação interna

Tão importante quanto a comunicação da empresa com o público, é a comunicação da empresa com seus colaboradores, e principalmente, a comunicação entre os setores da empresa.

A essa área da comunicação é dado o nome de comunicação interna.

A comunicação interna não é uma responsabilidade específica de um setor, ainda que muitas vezes seja associada ao marketing.

A comunicação interna está muito mais para um modelo administrativo, um conjunto de práticas de uma empresa.

Isso porque, ela deve ocorrer entre todos os setores para que qualquer medida relevante que seja tomada em um deles, seja de conhecimento dos outros.

Quer um exemplo simples de como a comunicação interna pode elevar seu serviço a um outro patamar?

Imagine que a área de gestão do seu aplicativo de transportes firme uma parceria com uma rede de postos de gasolina, que conceda desconto aos motoristas da sua linha.

Você informa isso ao seu operador do sistema, que por sua vez, através da plataforma repassa a informação aos motoristas parceiros.

Essa informação também é repassada ao setor de marketing da empresa, que faz uma campanha sobre isso, atraindo mais motoristas para o seu app.