Início » Completaí: os postos mais baratos da região

Completaí: os postos mais baratos da região

Ilustração de um carro vermelho dentro de um posto de combustível. Ao lado está escrito "Completaí: o app para encontrar os postos mais baratos da região".

Conversamos com Miguel Santos, cofundador da Triad, empresa por trás do Completaí, um app para quem quer encontrar o combustível mais barato.

É fato entre motoristas e entregadores de aplicativo, que o combustível é um dos principais pesos na conta.

Mas algumas ferramentas podem auxiliar.

E uma delas é o Completaí, aplicativo desenvolvido pela Triad Research, empresa especializada em pesquisa e auditoria de mercado.

Fundada pelos sócios Cleber Assumpção e Miguel Santos, a Triad possui mais de 350 pesquisadores pelo Brasil, e é especializada na coleta de dados sobre combustíveis, atendendo distribuidoras e redes de postos.

“Nós viemos de empresas de auditoria de varejo, fazendo análise e coleta de dados para tomada de decisão. Em 2010, encontramos uma oportunidade e resolvemos abrir a Triad, com um propósito muito claro: atender segmentos como o de postos de combustíveis que, por ser muito pulverizado, requer uma equipe grande para fazer o monitoramento”.

A ideia para criação do Completaí nasceu durante a greve dos caminhoneiros de 2018. Com as pessoas procurando por postos de combustíveis abertos e com bons preços, a empresa percebeu que podia ajudar.

“Nós tínhamos todas as informações que as pessoas precisavam, mas faltava um meio de chegar até elas. Então começamos a desenhar o produto, pesquisar por empresas de fora e entender como seria a usabilidade do app. A partir daí veio o Completaí”.

O que é o Completaí e como ele funciona?

Após realizar o cadastro e clicar na opção listagem, o usuário tem acesso a uma lista com os postos mais próximos. Ele pode solicitar informações de postos de 1 km a 10 km do raio da localidade em que está.

É possível ordenar tanto por preço como por distância, além de filtrar por bandeiras de postos:

  • BR;
  • Ipiranga;
  • Shell;
  • ALE;
  • Branca;
  • Tobras;
  • Total Brasil.

E por tipo de combustível:

  • Gasolina Comum, Aditivada ou Premium;
  • Etanol Comum ou Aditivado;
  • Diesel S500, S500 Aditivado, S10, S10 Aditivado e Premium;
  • GNV.

Em uma outra aba, os postos são mostrados direto no mapa. Basta o usuário clicar no posto escolhido e é possível traçar uma rota até o local.

A coleta de dados é feita por uma equipe de campo da Triad, que visita os postos e coleta as informações. Tudo é transmitido em tempo real pelo app.

Além disso, a empresa conta com um time de validação que confirma se os dados estão corretos.

O aplicativo cobre todas as capitais e regiões metropolitanas do país. Ao todo, a empresa coleta informações de postos em mais de 1 mil cidades no Brasil.

Segundo Miguel, o que a Triad buscou foi dar visibilidade para postos que estivessem próximos do consumidor. Em uma de suas análises prévias em postos de capitais como São Paulo, foi encontrada uma diferença de R$0,80 no litro do combustível em um raio de apenas 3 km.

Para o futuro, a empresa pretende ampliar sua comunidade colaborativa. Afinal, apesar de publicar mais de 1,4 milhão de preços por mês no app, eles entendem que o desafio de manter a informação sempre atualizada é grande.

“Hoje, quando o consumidor vai comprar um produto, ele pesquisa no Google, busca informação e encontra várias lojas com preços diferentes. Com combustível isso acaba não existindo. O Completaí devolve ao consumidor o poder de escolha. Acreditamos que quanto mais consumidores escolherem os postos mais baratos, teremos preços cada vez menores”.

Triad elabora relatórios periódicos sobre o assunto

Além do aplicativo, o instituto divulga em seu site três relatórios sobre o preço dos combustíveis.

Um deles é o Pesquisa de preço bomba diário, em que a Triad divulga diariamente uma média de preço dos combustíveis pelo Brasil.

Para conferir, basta ir em triadpesquisa.com.br/pesquisa-de-preco-bomba-diario.

Já o relatório anual de preço de combustíveis é divulgado uma vez por ano e traz as médias mês a mês dos preços ao longo daquele período.

Para isso, a Triad coleta mais de 50 tipos de dados de 26 mil postos e de 63 diferentes bandeiras.

No último relatório, em 2020, o instituto realizou 350 mil pesquisas de preços por mês. O volume de coleta desses dados chega a ser 20 vezes maior que o da Agência Nacional de Petróleo.

“Atualmente, a ANP coleta informações de 5 mil postos por semana. Nós coletamos em 26 mil postos e três vezes por semana (…) assim, grandes clientes, mesmo podendo pegar essas informações gratuitas no site da agência, preferem contratar serviços de auditoria como a Triad e tomar a decisão mais correta”.

O aplicativo está disponível gratuitamente para celulares Android na Play Store e para iPhone na App Store.