Início » Como funciona o pagamento com cartão no app?

Como funciona o pagamento com cartão no app?

Ilustração de um celular com um cartão em cima dele, ao lado está escrito: "Como funciona o pagamento com cartão no app"

Os clientes dos aplicativos gerados com a tecnologia da Machine conseguem pagar o serviço diretamente pelo app com o cartão.

As formas de pagamento são um item essencial no mercado dos apps de entregas e transporte.

Se você acompanha nosso blog, já sabe disso.

Atualmente, os aplicativos gerados com a tecnologia da Machine, podem oferecer aos seus clientes cinco formas de pagamento:

  • Dinheiro;
  • Cartão na maquininha;
  • Voucher eletrônico ou manual;
  • Wappa;
  • Cartão no app.

No Brasil, o dinheiro é a forma de pagamento favorita.

Na 99, por exemplo, 70% das corridas são pagas em dinheiro.

Já a Uber, foi “obrigada” a inserir a opção de pagamento em dinheiro, o que não é feito em muitos países, mas que por essa característica do brasileiro, se tornou inevitável por aqui.

Mas, é fato que os apps trabalham para diminuir a dependência do dinheiro, que além de trazer insegurança para os motoristas, em época de coronavírus, pode ser um foco de disseminação.

A Uber possui o Uber Cash, já a 99 tem sua própria carteira digital, a 99Pay.

Porém, o uso do cartão no app é a forma mais tradicional de evitar o pagamento em dinheiro.

Na Machine, os aplicativos gerados com nossa tecnologia também podem oferecer aos seus passageiros e clientes, a opção de pagar pelo serviço direto no aplicativo com o cartão.

Como funciona o cartão no app da Machine?

O cartão no app nasceu para garantir segurança e comodidade para clientes, motoristas e entregadores dos apps gerados com nossa tecnologia.

Com essa funcionalidade, o cliente paga direto no aplicativo, de forma totalmente virtual, ou seja, sem precisar ter contato físico com cédulas ou cartões.

Atualmente, a empresa pode escolher 3 formas de repassar o dinheiro pago pelo serviço:

  • Direto para o motorista/entregador, desde que a conta cadastrada esteja no nome dele;
  • Para a empresa, desde que a conta cadastrada esteja no CNPJ dela;
  • Dividido entre os dois, definindo o percentual que vai para a empresa.

Os aplicativos que desejam dar essa opção para seus clientes, devem informar a nossa equipe de suporte.

Então, enviamos um formulário para o gestor. Ele deve preenchê-lo corretamente com todas as informações pedidas.

Após devolução do formulário, temos até 7 dias úteis para enviá-lo para a empresa responsável pelas transações com cartão.

Essa empresa vai realizar uma validação dos documentos do aplicativo e dos sócios, podendo habilitar ou não o cartão no app.

Como todo o processo é realizado por essa empresa, não temos controle sobre os prazos e critérios de validação.

No entanto, podemos repassar os status que a empresa nos encaminha sobre a validação do cartão, que são os seguintes:

  • Pendente: documentação em avaliação;
  • Habilitado: aplicativo está autorizado a oferecer pagamento com cartão no app;
  • Negado: aplicativo não está autorizado a oferecer pagamento com cartão no app;
  • Inativo: aplicativo está inativado, pois a empresa detectou alto índice de operações com suspeitas de fraude.
Sistema de cartão no app da Machine

Taxas e Saldo Virtual

Atualmente, o aplicativo pode escolher duas opções de taxas para o recebimento do dinheiro no cartão no app.

Caso o gestor queira receber o dinheiro no dia seguinte, a taxa é de 7,49% em cima do valor das corridas.

Já para os gestores que aceitam receber em 30 dias, a taxa vai para 4,99%.

Assim, quando uma corrida é finalizada, o dinheiro vai para o Saldo Virtual da empresa, após o prazo acordado.

O controle dos pagamentos fica em uma aba na plataforma de gestão do aplicativo.

Plataforma da Machine

No Painel de controle são apresentados dados resumidos das transações, do saldo do aplicativo e do extrato.

Já na aba Transações, o gestor consegue filtrar a situação de cada serviço pago com cartão no app.

  • Paga: valor debitado do cartão do cliente;
  • Recusada: operação recusada pelo banco;
  • Estornada: o aplicativo devolveu o dinheiro para o cliente;
  • Chargeback: o valor foi contestado pelo cliente ou pelo banco e está bloqueado até a resolução do problema.

Por fim, a aba pagamentos indica a disponibilidade dos valores no Saldo da Central, consultando os três últimos dias, o dia atual e os dois anteriores.

A transferência acontece de forma automática, ou seja, assim que o valor estiver disponível para o saque, o dinheiro será enviado para a conta do app ou do motorista/entregador, de acordo com o que você definiu.

Bandeiras aceitas

Atualmente, os clientes dos aplicativos gerados com nossa tecnologia, podem pagar usando as seguintes bandeiras de cartão:

  • Visa (crédito);
  • Mastercard (crédito);
  • Amex (crédito);
  • Hipercard (crédito);
  • Discover (crédito);
  • JCB (crédito);
  • Aura (crédito);
  • Elo (crédito).

Exigências para os aplicativos

  • CNPJ;
  • Conta corrente vinculada ao CNPJ do aplicativo;
  • Código Nacional de Atividade Econômica (CNAE) de CNPJ direcionado para o ramo de transportes e/ou de tecnologia.