Como divulgar meu aplicativo na imprensa?

Uma das dificuldades encontradas ao se criar um aplicativo de transporte é torná-lo conhecido. Então, como divulgar meu aplicativo na imprensa?

Você sabia que não apenas bairros ou regiões, mas cidades inteiras são dependentes dos serviços dos mototaxistas? É o que revelou o Perfil dos Municípios Brasileiros de 2017.

O levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelou que em 18 municípios brasileiros, o mototáxi é o único serviço de transporte disponível.

São cidades inteiras sem ônibus, táxis, trens, barcos, vans, metrôs ou aviões. Não há nem mesmo ônibus que realizam viagens intermunicipais. 

Outras cidades não contam com transporte público ou particular, como Uber, 99 e Cabify – mas têm táxi. Contudo, até nessas cidades o mototáxi segue como primeira opção pela praticidade.

É o caso de Ariquemes, Rondônia. A cidade de 107 mil habitantes só conta com os serviços de táxi e mototáxi.

Lá, o aplicativo de mototaxistas Moto Já Ariquemes opera e, segundo levantamento do portal de notícias G1, 71% dos mototaxistas registrados da região trabalhavam no aplicativo.

Além disso, com apenas cinco meses de funcionamento, o app já recebe 100 das 600 chamadas diárias registradas pela Associação dos Mototaxistas (Amota).

Assim, o aplicativo de mototaxistas vem melhorando a mobilidade urbana e movimentando a economia da região. Mas, para captar todos esses mototaxistas e passageiros, ele precisou ser divulgado.

Afinal, se tivesse sido apenas criado e deixado na loja virtual esperando cadastros e corridas, nada teria acontecido.

Trabalhar na divulgação do aplicativo é um ponto-chave para o sucesso.

Como divulgar meu aplicativo na imprensa?

Apesar de ser muito eficiente, o marketing digital pode ser um pouco complicado para quem não é especialista na área.

Então, se você deseja criar um aplicativo na sua cidade, comece pelo bom e velho marketing offline.

Jornais

Se a sua cidade não é sede de um jornal de circulação nacional, ela possivelmente possui um jornal local. Aquele jornal que, até fala sobre as notícias nacionais, mas têm foco na cidade e nas boas histórias dela.

Além disso, se na sua cidade tem alguma universidade, também é muito provável que ela tenha seu próprio jornal. Lá, além dos assuntos nacionais e regionais, o foco também é nos interesses da comunidade acadêmica.

Esses são dois lugares que você deve procurar para divulgar seu aplicativo por dois motivos.

O primeiro é o baixo custo. Esses jornais, geralmente, pedem matérias colaborativas e aceitam pautas enviadas pela comunidade. Então, nada melhor que reunir dados interessantes sobre a mobilidade urbana e mostrar a utilidade pública do seu aplicativo. Ou seja, como ele vai melhorar a vida das pessoas.

Assim, a chance de você atingir um grande público sem comprometer seu orçamento é grande.

Rádio

Você sabia que 86% da população ouve rádio com frequência? Foi o que apontou a pesquisa Kantar IBOPE Media do ano passado. Cada ouvinte passa cerca de 4h40m ouvindo rádio todos os dias.

Dessa forma, é um meio que não pode ser ignorado na hora de traçar sua estratégia de divulgação. Isso porque, além do número expressivo de ouvintes, 78% deles consideram as informações ditas no rádio confiáveis.

Assim como no caso dos jornais, existem muitas rádios comunitárias que também pedem ajuda da população com pautas e convidam pessoas para serem entrevistadas e contarem suas histórias.

Nesse caso, você pode usar a mesma estratégia do jornal e apresentar dados interessantes que façam com que a história do seu app seja interessante.

Mas, se você for pagar pelo anúncio, não comece ainda por propagandas no intervalo das programações. As vinhetas são rápidas e, seu aplicativo ainda não é conhecido, a mensagem pode ser confusa.

Escolha patrocinar um programa. Para isso, você vai precisar definir qual é seu público-alvo.

Você mora em uma cidade universitária e quer dirigir, majoritariamente, para estudantes, por exemplo? Depois de definir seu público, mapeie os programas e horários que seu público mais escuta. Assim, você vai encontrar o melhor programa para investir e ter retorno.

Televisão

Mas como divulgar meu aplicativo na televisão? Apesar de muita gente associar a TV à milhões de reais, nem sempre é assim.

A lógica é semelhante ao rádio e jornal impresso. Fora das grandes metrópoles é comum que existam TVs comunitárias, microgeradoras e afiliadas.

Vamos ao nosso exemplo do começo do artigo. O levantamento publicado pelo portal G1 foi feito em parceria com a Rede Amazônica, emissora de Rondônia afiliada à Rede Globo.

O aplicativo é de grande utilidade pública, sua praticidade é um diferencial e não deixa de ser uma propaganda da cidade, que virou manchete em um portal nacional. Logo, a pauta interessava aos dois lados: tanto à Rede Amazônica quanto ao empresário dono do aplicativo.

Além dessas matérias colaborativas em emissoras afiliadas, você também pode procurar as microgeradoras. Elas costumam reproduzir a programação das afiliadas, mas também exibem publicidade local. A TV Ariquemes é um exemplo.

O horário comercial da televisão é mais longo que o do rádio, então, vale investir nesse caso. Um comercial de 1 minuto e meio é suficiente para explicar o contexto e a importância do seu aplicativo sem deixar os telespectadores confusos.

Mas atenção: assim como no rádio, faça um levantamento e descubra o horário preferido do seu público consumidor para que seu comercial seja veiculado no melhor horário possível.

Assessoria de imprensa

Mas, se você não sabe muito bem por onde começar e se sente inseguro de entrar em contato diretamente com jornais e emissoras de tv, você pode contratar uma assessoria de imprensa para fazer isso.

Mas o que uma assessoria faz? Ela, como bem define a agência MGA Press, “estreita os laços entre empresa e consumidor, de forma pública e transparente”. As assessorias já têm uma base de contatos nos veículos de comunicação e conseguem reportagens de maneira mais fácil – e profissional – que uma pessoa física.

Essa estratégia é importante porque, muitas vezes, uma matéria tem muito mais credibilidade que uma publicidade. Ela será publicada porque interessa aos dois lados e não porque o veículo está sendo pago.

Assim, virar notícia pela utilidade pública do seu aplicativo será muito importante para o sucesso dele. Ter um assessor cuidando dessa intermediação ajudará muito seu negócio.

Crie seu aplicativo de mototáxi

Agora que você já sabe como divulgar offline o seu aplicativo, está esperando o que para criá-lo?

São centenas de aplicativos utilizando a plataforma Machine diariamente, contabilizando milhões de corridas mensais.

A Machine desenvolveu uma ferramenta eficiente com aplicativos inteligentes e fáceis de utilizar.

Participe do nosso grupo no WhatsApp e não perca nenhuma notícia do mercado dos aplicativos de entregas e transporte de passageiros. Clique aqui.