Início » Como cobrar por um serviço de motorista particular?

Como cobrar por um serviço de motorista particular?

foto de um bolso com dinheiro

Para cobrar por um serviço de motorista particular, você deve calcular seus principais gastos e acrescentar sua margem de lucro.

Publicado em 04/08/2021 – Atualizado em 23/11/2021

Os aplicativos de transporte facilitaram muito a vida de passageiros, que com alguns toques na tela conseguem chamar um carro.

Porém, a lógica das grandes plataformas de transporte acabam tornando o serviço muito impessoal e raramente somos atendidos duas vezes pelo mesmo motorista ou transportamos o mesmo passageiro.

Na Machine, os gestores dos apps que usam a nossa tecnologia podem habilitar a função de motorista favorito, fazendo com que o passageiro dê preferência para ser atendido por um profissional já conhecido.

Em algumas situações, o passageiro prefere até pagar um pouco a mais para ser transportado por alguém que já realizou um serviço para ele antes.

Ao mesmo tempo, essa é uma boa oportunidade para os motoristas ficarem menos dependentes dos grandes aplicativos e terem a sua própria clientela.

No meio disso tudo, surge aquela dúvida: como cobrar por um serviço de motorista particular?

Calcule o consumo do seu veículo

Calcule o consumo do seu veículo

Não importa se você usa GNV, álcool ou gasolina, todo motorista precisa saber qual é o nível de consumo do seu veículo.

Por ser um recurso indispensável e que pesa no bolso do motorista, quem contrata uma viagem particular deve arcar com a influência desse gasto no valor final.

Segundo o blog da Cobli, startup brasileira de gestão de frotas, para calcular o consumo de combustível basta pegar a quilometragem do veículo na hora de abastecer e subtrair pela quilometragem que estava quando encheu o tanque.

Em seguida, divida o resultado pela quantidade de litros ou metros cúbicos, no caso do GNV, que faltam para encher o tanque.

Por exemplo, a última vez que fui abastecer meu carro, olhei na quilometragem e vi que ele estava com 1000 Km rodados. Dias depois, fui abastecer e antes de encher novamente, percebi que ele estava com 1150 Km rodados.

Para encher o veículo, precisava de mais 10l de etanol.

Dessa forma, o consumo do meu carro é:

(1150km – 1000km)/10l = 11,5km/l

Calcule quanto vai gastar em combustível para realizar o serviço

Calcule quanto vai gastar em combustível para realizar o serviço

Agora que já sabemos o consumo médio do seu veículo, chegou a hora de descobrir quanto vai gastar para realizar o trajeto.

Então vamos supor que um passageiro gostou muito do seu trabalho e pediu para levá-lo até uma reunião importante.

Ele te passa o endereço e você vê que ao todo, contando ida e volta, serão 25km.

Assim, pegue aquele número que achou do seu consumo médio e calcule quanto gastará em combustível para realizar esse serviço.

É uma regrinha de três, ou seja, se percorremos 11,5km para gastar 1l de combustível, quanto gastará em 25km?

Basta dividir 25km pelos 11,5km/l, ou seja, nesse trajeto você vai gastar aproximadamente 2l de combustível.

Agora pegue o preço do combustível no posto da sua preferência e calcule qual vai ser o seu gasto.

Aqui na frente de casa, o litro do etanol está R$5,14. Basta multiplicar R$5,14 x 2l de etanol.

Ou seja, você vai gastar cerca de R$10,18 em combustível para realizar esse trajeto.

Adicione outros gastos que venha a ter

Adicione outros gastos que venha a ter

Você já sabe quanto vai gastar em combustível para realizar essa viagem.

Mas não é só isso, podemos ter gastos com pedágio, estacionamento e devemos considerar também o tempo de espera.

Para calculá-lo, pegue uma média de quanto ganha por hora nos aplicativos.

Então, por exemplo, se o passageiro pediu para o motorista aguardar por 30 minutos e você ganha em média R$30 por hora nos aplicativos, cobre um valor de R$15 por seu tempo de espera.

O nosso parceiro Fernando Dutra, do canal Fernando Uber Floripa, montou uma tabela mostrando quais são os custos por quilômetro de um motorista de aplicativo. Nela, ele acrescentou outros gastos, como a depreciação do veículo, o IPVA e Licenciamento Anual, preço do seguro, custo dos Pneus, troca de óleo e manutenção.

Todos esses valores também podem ser acrescidos no orçamento do seu serviço.

Floripa explica que para descobrir quanto gasta por quilômetro rodado, o primeiro passo é ver o preço do seu veículo na Tabela Fipe e ter uma média do quanto você roda por ano.

Ele dá o exemplo do seu próprio veículo, um Volkswagen UP 2016 MPI, avaliado em R$ 34.900. Por ser um carro de aplicativo, Floripa explica que ele deprecia 20% por ano e roda, em média, 60 mil Km.

Dessa forma, extraindo 20% de R$ 34.900 e dividindo pelos 60 mil Km rodados por ano, temos que este veículos gasta R$ 0,12 por Km.

Em seguida, ele pega o valor do IPVA do veículo, R$ 853, e divide também pelos 60 mil Km rodados. Assim, ele chega ao valor de R$ 0,01 por Km rodado gasto.

Para descobrir os custos com o seguro anual, basta dividir o preço, no exemplo R$ 1.360, por 60 mil Km, ou seja R$ 0,02.

Na sequência, ela pega o valor gasto com pneus, que ele calcula ser de R$ 1.300 ao ano e divide pelos 60 mil Km. Chegamos que para este item, os gastos são de R$ 0,02 por Km rodado.

Em relação aos custos com troca de óleo, Floripa explica que costuma trocar a cada 10 mil Km rodados. Assim, se ele rodou 60 mil Km no ano, temos que ele realizou 6 trocas anuais. Basta multiplicar o preço de uma troca de óleo, que ele avalia ser de R$ 210 e multiplicar por 6 e, ao final, dividir o valor pelos 60 mil Km. No exemplo, são gastos R$ 0,02 por Km com óleo.

Para finalizar esses tipos de gastos, temos os custos de manutenção, que são peças e as revisões que o motorista vai precisar investir no veículo. Floripa avalia gastar R$ 1.500 anuais com este item. Dividindo R$ 1.500 pelos 60 mil Km rodados, temos que o motorista gasta R$ 0,03 por Km.

Dessa forma, chegamos a conclusão que, neste modelo de veículo, é necessário cobrar R$ 0,22 por Km para cobrir esses tipos de gastos.

Lembra que a nossa viagem era de 25 Km? Isso significa que temos que embutir o valor de R$ 5,50 no orçamento (25 Km x R$ 0,22).

Acrescente sua margem de lucro

Acrescente sua margem de lucro

Ao final, e mais importante, calcule sua margem de lucro.

Segundo o blog da Conta Azul, empresas de serviços devem trabalhar com uma margem de lucro a partir de 20%. Usando esse valor como base, some tudo que falamos até agora e acrescente os 20%.

Relembrando, você vai gastar R$10,18 de combustível mais R$ 5,50 com outros gastos do veículo e a sua taxa de espera de R$15. Somando temos o valor de R$30,68.

Agora, adicione os 20% da sua margem de lucro e então teremos um serviço desse tipo por, no mínimo, R$ 36,82.

Atenção, isso pode variar de acordo com sua cidade e até do tipo de serviço que realiza.

Não esqueça de embutir também eventuais gastos de impostos, caso o cliente solicite nota fiscal em viagens maiores.


A Machine é a principal tecnologia para criação de aplicativos de transporte e entregas do Brasil. Juntos, os apps desenvolvidos com nossa tecnologia já tiveram mais de 130 milhões de solicitações.