Início » Como os aplicativos de transporte ganham dinheiro?

Como os aplicativos de transporte ganham dinheiro?

notas de dinheiro de 10, 20, 50, 100 e 200 espalhadas

Descubra como os pequenos, médios e grandes aplicativos de transporte ganham dinheiro no Brasil e no mundo.

Se você clicou nesse texto, de duas, uma.

Ou você quer saber como os grandes aplicativos de transporte ganham dinheiro e se sustentam. Ou você quer saber como você pode ganhar dinheiro tendo o seu próprio app de transporte.

Normalmente um aplicativo de transporte tem 4 maneiras de obter receita.

Cobrando um percentual de cada corrida do motorista

Nesse modelo é cobrado um percentual fixo por cada corrida que os motoristas realizam. Ou seja, o lucro do aplicativo vai variar de acordo com o preço total da corrida.

Normalmente o valor de uma corrida é composto por:

Valor mínimo + (Valor por tempo x tempo da corrida) + (Valor por distância x distância da corrida)

Supondo que o valor final de uma corrida seja de R$20 e o aplicativo tenha uma taxa de 5%, o motorista ficará com R$19 e o aplicativo com R$1.

Essa se tornou a maneira mais tradicional dos grandes apps cobrarem dos motoristas, que começou com o famoso 25% da Uber nas corridas de UberX e 20% nas corridas Uber Black.

Atualmente, a 99 e a inDriver seguem cobrando dessa forma. Já a Uber diz ter alterado a forma de cobrança para o próximo modelo que vamos falar.

Ficando com a diferença do que o passageiro paga e o motorista recebe

Nesse modelo o valor pago pelo passageiro não tem relação direta com que o motorista ganha.

Segundo a Uber, isso dá a garantia para o passageiro que ele vai pagar o valor previsto e o motorista vai ganhar de acordo com o que ele rodou.

Dessa forma, os antigos 25% deram lugar a uma taxa de serviço variável.

Em seu site, a Uber explica que sempre que o passageiro simular uma viagem, ele espera pagar pelo valor que lá está. No entanto, mudanças podem ocorrer e o trajeto mudar.

Dessa forma, a Uber paga para o motorista o valor que ele rodou e cobra do passageiro o valor previsto.

Mensalidade dos motoristas

Nesse caso é cobrada uma mensalidade fixa dos motoristas.

A cobrança de um valor único pelo período todo pode ser bastante atrativa aos motoristas, já que nesse caso 100% do valor recebido por cada corrida é embolsado por ele.

Esse formato transmite ainda mais a ideia de independência aos parceiros, já que os ganhos vão depender unicamente das viagens feitas por ele.

Como ponto de atenção, deve-se cobrar uma mensalidade justa para o motorista, ou seja, algo que de fato ele vai conseguir arrecadar dentro do app, ao mesmo tempo que mantém ganhos altos, e para empresa, é necessário ficar atento à cobrança aos profissionais.

Cobrando um valor fixo de cada corrida

Nesse modelo, o aplicativo cobra um valor fixo do motorista por cada corrida realizada, independente do valor total da corrida.

Assim, se a viagem custou R$70 ou R$8, e a tarifa fixa é de R$1, o app sempre vai levar R$1, e o motorista faturar de acordo com o tamanho da viagem.

Vale lembrar que com a tecnologia da Machine, os aplicativos regionais de transporte podem usar o sistema de crédito pré-pago para cobrar tanto por tarifa percentual quanto pela tarifa fixa e, inclusive, podem mesclar as duas formas de cobrança de acordo com o valor total da viagem.