Início » Bringg: conheça essa gigante da logística mundial

Bringg: conheça essa gigante da logística mundial

Ilustração de uma tela de computador, há uma imagem de um caminhão ao de uma caixa. Ao fundo está a ilustração do planeta Terra. Ao lado está escrito "Bringg: conheça essa gigante da logística mundial".

A Bringg é uma das principais soluções de logística do mundo. Atualmente a empresa entrega em 55 países com uma cobertura de 22 línguas. 

Fundada em 2012, a Bringg Delivery se apresenta como uma ferramenta que amplia e otimiza as experiências e operações logísticas de seus clientes. 

Esse processo é feito através de armazenamento em nuvem, ou seja, fora do computador do cliente, em um espaço virtual.

Essa técnica é bastante utilizada por empresas de segmentos diversos, principalmente, pela segurança e redução de erros.

As operações são feitas de seis escritórios globais. Em sua lista de parceiros estão Nextel, Uber, Coca-Cola, McDonald’s e Walmart.

Como funciona?

A interface da Bringg conecta e automatiza toda a cadeia de produção de seus parceiros para que o modelo de entrega seja inovador, acessível e eficiente.

Uma forte característica é o auxílio na tomada de decisões com base em dados

A empresa oferece relatórios de gerenciamento e de business intelligence (BI), isto é, inteligência empresarial, para que os objetivos dos clientes sejam alcançados sempre de forma mais assertiva.

A Bringg opera em duas frentes: atendimento e entrega. Em uma única plataforma, ela gerencia essas duas etapas para que os clientes atuem com a maior eficiência possível. 

Em relação às remessas, algumas das soluções oferecidas aos clientes são:

  • Same day delivery, ou seja, modalidade de entregas em que o cliente pede à distância, seja pelo computador, telefone ou app, e recebe o produto no mesmo dia;
  • Frotas contratadas e empresas de entrega terceirizadas;
  • Entrega crowdsource: modalidade de entrega feita por pessoas comuns cadastradas na plataforma. (É a mesma forma de atuação da Rappi, por exemplo);
  • Armazéns, lojas e centros de distribuição;
  • Compre e busque e drive-thru;
  • Logística reversa: quando a empresa oferece ao consumidor final a possibilidade de devolver o produto após o consumo para que ele seja descartado de forma correta.

A empresa tem um sistema chamado Fleet Router (roteador da frota, em tradução livre) que calcula custo, distância e necessidades comerciais específicas de cada cliente para que os pedidos sejam despachados dentro da modalidade e frota ideal, visando sempre a velocidade na entrega.

Same Day e Last Mile Delivery

Em recente pesquisa, a empresa concluiu que as entregas no mesmo dia deixarão de ser um diferencial e se tornarão uma oferta normal para os varejistas ainda em 2021. 

De acordo com a empresa, uma em cada três lojas querem implantar o sistema até o final do ano.

Ainda na pesquisa, a Bringg conclui que o grande desafio será não a entrega em si, mas sim como executá-la de forma acessível e eficiente. 

A empresa traz, ainda, uma análise sobre last mile delivery ou última milha da entrega, do momento em que o produto sai da loja ou do centro de distribuição até chegar nas mãos dos clientes.

Ela constata que o erro da maioria das empresas se divide em três pilares: falta de planejamento, gerenciamento das expectativas dos clientes e custos.

A respeito do primeiro ponto, destacam que com entregas sob demanda cada vez mais frequentes, falta tempo para realizar mapeamento. 

Assim, reforçam que esse processo precisa ser feito de forma automatizada para otimizar custo e velocidade.

A mesma lógica se aplica à experiência do cliente e aos custos do processo. 

Com entregas no mesmo dia, o suporte ao consumidor é curto ou inexistente, necessitando, então, de um sistema automático. 

Em relação aos custos, a escolha da melhor rota — levando em consideração menor tempo de trajeto e redução de recursos — precisa ser feita de maneira automatizada e digitalizada para que seja possível alcançar o máximo de eficiência.

Bringg e Uber

Em janeiro de 2021, a empresa anunciou parceria com a Uber através da categoria Direct — modalidade em que os motoristas parceiros realizam entregas. 

Integrando os serviços, os motoristas Uber viraram mais uma opção de frota para entrega dos clientes da Bringg.

Sobre a parceria, o CEO da empresa, Guy Bloch disse: “Como parte da estratégia de entrega, eles [os clientes] agora podem adicionar a Uber como parte de suas operações e confiar neles e em sua grande [escala] para fazer entregas rápidas aos clientes finais”.

E completou: “Nós somos o cérebro que opera a logística da última milha. Por trabalharmos com a Uber, o cérebro agora tem acesso a muito mais frotas”.

Bringg Now

Apesar de todas as soluções oferecidas, a empresa entende que implantar esse tipo de software é um processo complexo e pode não ser vantajoso para empresas pequenas e médias.

Pensando nisso — e também motivada pelo aumento de entregas dessas empresas desse porte, por conta da pandemia de coronavírus —, em 2020 a Bringg Now foi lançada. Ela nada mais é do que uma versão gratuita do serviço oferecido, mas com funcionalidades limitadas.

A Bringg Now permite que os próprios empreendedores carreguem os pedidos no servidor, despachem os produtos com entregadores próprios ou crowdsource e entreguem as mercadorias no mesmo dia ou com data marcada.

Para atender a essa demanda e aumentar ainda mais sua atuação com clientes gigantes, a empresa anunciou um investimento de 30 milhões de dólares (160.991.709,00 reais, na cotação atual).