Início » Aprenda a competir com a Uber com um app regional

Aprenda a competir com a Uber com um app regional

Aprenda a competir com a Uber com um app regional

Muitos empresários pelo Brasil criaram seus próprios aplicativos de transporte. Aprenda agora como eles fizeram para competir com a Uber com apps regionais.

João tem 30 anos, é casado e mora em uma cidade no interior da Bahia. A cidade tem mais de 155 mil habitantes, mas o serviço da Uber não está disponível lá.

João trabalha com transporte de passageiros de modo improvisado. Ele começou transportando seus familiares de suas casas até a rodoviária. Quando chegavam do trabalho, ele buscava essas pessoas na rodoviária de novo e as levava para suas casas.

Para deixar o trabalho mais profissional, João criou um cartão de visitas e começou a entregar nessas viagens. Só que a demanda ficou muito grande e João começou a passar algumas corridas para outros amigos motoristas.

Ele e seus amigos criaram um grupo de WhatsApp para se organizarem melhor e notaram que um dos pedidos dos passageiros era a criação de um aplicativo. Assim eles poderiam agendar corridas, estimar tempo e preço, acompanhar a corrida em tempo real, etc.

Eles gostaram da ideia, mas não tinham dinheiro suficiente para investir. Foi aí que conversaram com Fernando, empresário da cidade, dono de uma locadora de carros – alguns amigos de João até alugavam carro com ele.

Fernando comprou a ideia deles e entrou como sócio. Agora, a cidade tem um aplicativo de transporte de passageiros. Mas um município próximo já tem o serviço da Uber e João e seus amigos estão com medo da multinacional chegar logo em Jequié.

Então, decidiram se antecipar e traçar desde já estratégias para competir com a Uber e terem o maior aplicativo da região.

Priorizar motoristas

Por mais que a cidade não tenha Uber, eles estão em grupos do Facebook com motoristas de todo o Brasil. Assim, vêem os colegas de profissão reclamando bastante da falta de valorização do app.

Por isso, a primeira preocupação é valorizar os motoristas. Mas como fazer isso e seguir lucrando?

Você pode criar um sistema de pontos chamado Motoristas +. Lá, você estipula metas mensais e premia os motoristas que as baterem. Lembre-se: as metas precisam ser desafiadoras mas não impossíveis. Os motoristas precisam estar motivados e acreditando que é possível.

Um exemplo? Os 3 motoristas que realizarem 200 corridas primeiro não pagam a mensalidade do mês seguinte.

Outro ponto importante é a remuneração dos motoristas. Notou que falamos sobre a mensalidade do mês? Então, cobrar mensalidade e não taxa é uma forma de pagar melhor os motoristas.

Imagine que o motorista Uber receba no mês R$3 mil. Com a taxação de 25%, ele ficará com R$2.250. Cobrando uma mensalidade de R$150, no seu app o motorista ficaria com R$2.850.

O motorista Uber Fernando Floripa explica essa conta com mais detalhes neste vídeo:

Depois, você precisa reduzir os custos dos motoristas. No exemplo do app do João, uma locadora de carros foi a investidora. Mas, além do apoio inicial, eles podem conversar sobre os motoristas terem desconto na locação de carros para trabalhar no aplicativo.

Além disso, elabore uma estratégia para atrair outros investidores. Postos de gasolina, lojas de autopeças, mecânicos, etc, podem ganhar com a parceria e tornar o trabalho mais barato para os motoristas.

Esse é o primeiro passo para competir com a Uber com seu app regional.

Valorizar passageiros

Um erro comum é achar que para dar mais dinheiro aos motoristas será necessário cobrar mais dos passageiros.

Um aplicativo de transporte é uma via de mão dupla e os dois lados do serviço precisam estar satisfeitos.

Então, por que não investir em um clube de vantagens para os passageiros também? Você pode estipular que, a cada viagem realizada, o passageiro ganha 1 ponto. Quando atingir 10 pontos, terá 10% de desconto na próxima corrida. Quando o cliente atingir 100 pontos, ele se torna Cliente Ouro e recebe 5% de desconto em todas as corridas.

Além disso, você também pode dar cupons de descontos em datas comemorativas. MÃE10, NAMORADOS15, NATAL20, etc. Os passageiros serão estimulados a usar seu aplicativo por causa dos descontos.

Por último, escute o que o passageiro precisa. Muitas mulheres ficam inseguras com motoristas homens. Já os cadeirantes precisam de carros adaptados, por exemplo.

Então, invista em opcionais. Tenha todas as alternativas que seu passageiro precisa para que ele escolha o seu app. Quer mais um exemplo? Nem todo motorista gosta de levar animais de estimação em seus veículos. Por outro lado, muitos passageiros precisam viajar com seus bichinhos.

Conecte passageiros que querem transportar seus animais com os motoristas que estão dispostos a levá-los! Assim, quando o passageiro ativar esse filtro, só esses motoristas vão receber a corrida.

Grupo de motoristas

Outra estratégia fundamental para competir com a Uber é ter o número ideal de motoristas. Afinal, não adianta ter muitos motoristas e poucas corridas ou muitas solicitações e não ter motoristas suficientes.

Comece com um grupo reduzido e vá aumentando de acordo com a demanda de corridas. É muito importante manter os pés no chão neste momento.

Publicidade

Como fazer para que os passageiros conheçam seu aplicativo? Como atrair investidores e motoristas? Uma coisa é certa: apenas criar o app e não fazer nada, não vai fazer as corridas chegarem.

Pense em como a maioria das novidades chegam até você. Intervalo do telejornal, vídeo no Instagram, foto no Facebook… A maioria das novidades chega através de publicidade!

Em entrevista para o Portal Draft, a gerente de Comunicação e Marketing da Sodexo, Elis Forgerini disse:

Um trabalho de construção de marca bem-feito ajuda a vender mais, seja uma ideia, um produto ou um serviço.

Ou seja, você precisa investir em publicidade para que seu aplicativo seja conhecido e consiga competir com a Uber. Seja no meio digital, offline ou no boca a boca, esse é um passo que, se você não der, não tem como ter sucesso.

Existem algumas formas de tornar seu aplicativo de transporte conhecido:

Outro fator muito importante é levar em consideração que as pessoas pensam do seu aplicativo. Os clientes nem sempre compram o produto, e sim a experiência que ele vai proporcionar.

Segundo a empresa de consultoria Gartner, 89% das empresas já competiam tendo a experiência como ponto-chave em 2017.

Um cliente satisfeito vai usar seu app de novo e tem grandes chances de indicar para um amigo ou familiar.

Redes sociais

Ainda falando sobre a experiência das pessoas, ela nem sempre se resume a o que o passageiro ou o motorista achou da corrida. Ela também significa a forma como ele foi tratado quando um problema aconteceu ou a proximidade que ele sente da marca.

Por isso, seja ativo nas redes sociais não só para realizar campanhas, mas para engajar motoristas e passageiros, responder comentários… Esteja próximo deles.

Você pode, ainda, criar cupons de descontos que serão dados apenas das redes sociais para medir a eficiência do canal.

Então, direta ou indiretamente, tenha claro em sua cabeça que para competir com a Uber você precisa, necessariamente, ter um orçamento para investir em publicidade.

Tecnologia

A última peça para você competir com a Uber na sua cidade é investindo em tecnologia de qualidade e fácil uso.

Você precisa de um sistema que atenda às necessidades da sua região e que seja intuitivo para motoristas e passageiros.

Pensando na lógica de cada local, a Machine desenvolveu um modelo para quem quer entrar na área e ser o maior aplicativo da região.

Dessa forma, o empreendedor contrata a Machine e recebe um aplicativo base e uma plataforma. Ele pode personalizar o app com seu logo, nome, regras e tarifas. Além de diversas funcionalidades como botão de pânico, opcionais, favoritar motorista e muito mais.

Assim, uma taxa de desenvolvimento é cobrada uma única vez. Depois, é cobrado apenas uma mensalidade que cobre o valor dos mapas, servidores, atualizações e toda tecnologia de ponto do aplicativo. Ou seja, toda a parte tecnológica fica por conta da Machine, você não precisa se preocupar com isso.

Os valores podem ser consultados aqui.

Atualmente, mais de 700 aplicativos publicados utilizam a tecnologia da Machine.

São diversos aplicativos Brasil afora fazendo sucesso e competindo com a Uber.