Início » Apps de entrega movimentam mercado bilionário

Apps de entrega movimentam mercado bilionário

Apps de entrega movimentam mercado bilionário

Os consumidores buscam cada vez mais conforto e agilidade. Pedir comida por telefone sempre foi comum, mas agora com os apps de delivery, tudo pode ser entregue a domicílio com poucos cliques.

De acordo com o boletim “Serviços Delivery” do SEBRAE, o mercado de delivery no Brasil está em ascensão desde 2014. Na época, o país sediou a Copa do Mundo de futebol. Dois anos depois, sediou os Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Os eventos geraram novas oportunidades para pequenos estabelecimentos.

Três fatores proporcionaram o crescimento da categoria. Em primeiro lugar, o aumento do poder aquisitivo da população, principalmente da Classe ‘C’. Depois, o crescimento do número de veículos nas ruas. Isso dificulta a locomoção. Assim, os consumidores preferem não encarar esse trânsito, optando por esperar em casa. O que leva ao último ponto que é a valorização do consumidor por um serviço que proporciona rapidez e comodidade.

Em 2014, 1,2 milhão de motoboys rodavam pelo país. Dois anos depois, o número já chegava a 2 milhões.

Áreas de atuação

Os multi delivery são os aplicativos que entregam praticamente tudo. Comida, remédios, artigos de pet shops, etc. Nesse cenário, o mercado está em constante expansão. Assim, por ser tão diversificado, ele possibilita que gestores dos apps fazerem parcerias com os mais variados tipos de estabelecimentos. Isso permite que o gestor passe a investir no nicho que mais se destaca na sua região.

Além disso, a parceria com supermercados é cada vez mais comum. Pão de Açúcar e Carrefour começaram as atividades neste ano. O primeiro trabalha em parceria com o serviço de entregas James Delivery, enquanto o segundo faz parceria com o Rappi.

O serviço criou até uma nova profissão: o personal shopper. Ele é, basicamente, um funcionário do app de entregas que fica no supermercado, recebe a solicitação, faz as compras e as entrega para o motoboy.

Expansão

A expectativa do mercado é otimista. Se espera que o serviço de multi delivery quadruplique até 2021.

De acordo com o levantamento da plataforma de dados Statista, somente em 2018 o mercado de entrega online de comida faturou US$82,7 bilhões. A expectativa de faturamento até 2023 é de US$137,6 bilhões.

E é um ciclo vicioso. Cada vez mais restaurantes e estabelecimentos oferecem entregas a domicílio para consumidores que têm cada vez menos tempo e valorizam mais a comodidade.

Apps de delivery regionais

Contudo, se engana quem acha que é necessário ter um grande e milionário aplicativo de entregas para entrar no mercado. Diversas cidades não estão na área de atendimento desses grandes apps e carecem do serviço.

Nesse contexto, surgem os aplicativos regionais para atender as necessidades da sua comunidade. Como é o caso da Coolt Entregas, aplicativo de delivery de Londrina. A empresária Joseli Lopes criou o aplicativo e hoje tem parcerias com restaurantes, floriculturas, padarias e farmácias da cidade.

Um dos diferenciais da empresa é a forma variável de cobrança. O motoboy é pago de acordo com o número de corridas e distância. Logo, uma forma mais justa para todos os lados. “A partir do momento que você dá a oportunidade de cada empreendedor oferecer esse tipo de serviço, você transforma em um custo variável. Então, você está potencializando todos os negócios”, disse Joseli.

Outro exemplo de aplicativo de delivery regional é o Juma. O app fundado pela Bruna atua em Porto Velho, Rondônia. Para ela, o serviço é prático e facilita a vida de muitas pessoas da região. “Foi ideal para a grande demanda. Com apenas dois cliques solicita o motoboy mais perto.

O aplicativo tem parcerias com diversos estabelecimentos. Assim, eles pagam integralmente a taxa de entrega aos motoboys que, semanalmente, repassam um valor ao aplicativo.

Machine

Tanto a Coolt Entregas quanto a Juma são plataformas desenvolvidas pela Machine. A Machine é uma empresa brasileira especializada em apps de transporte que oferece a empresários, mototaxistas e motoboys de todo o Brasil a possibilidade de ter o próprio app com nome, logo e regras escolhidas por eles mesmos.

E você? O que está esperando para garantir seu espaço nesse mercado tão extenso? Para acompanhar mais informações do mercado de mototáxi, continue conferindo nosso blog.