Meu nome é Angelo e eu sou dono de um aplicativo de transporte

Mês da Mobilidade | 2021
Angelo, co-fundador do aplicativo de transporte Chofer 46, parado em frente a um carro

Meu nome é Angelo Toniazzo. Nasci em Francisco Beltrão. Uma cidade de 90 mil habitantes no interior do Paraná, considerada a capital do sudoeste do estado.

 

Desde então, eu nunca troquei de cidade. Sempre morei aqui. Por 16 anos, trabalhei como mecânico. Mas sempre tive aquela vontade de ser independente. 

 

Fui à luta. 

 

Entrei em uma outra empresa e comecei a trabalhar como soldador, fazendo produtos para vender no Mercado Livre. Aquele era um período complicado! 

 

Foi quando surgiu um aplicativo de transporte na nossa cidade. Vi ali uma oportunidade de conseguir um dinheiro extra, além da independência que tanto sonhava. 

 

Neste mundo de motorista, apesar de ser uma profissão solitária, a gente conhece muita gente. E por estarmos muitas vezes sozinhos, criamos laços entre nós, um buscando ajudar e proteger o outro.

 

Certa vez, um rapaz chamado Mauro entrou no aplicativo. O Mauro tinha um pouco de dificuldade em mexer no app, então pediram para eu dar uma mão para ele A gente começou a conversar e acabamos virando grandes amigos.

 

Em seguida, eu conheci o Anderson, que também rodava pelos aplicativos na cidade.

 

Outro amigo que eu fiz nesse meio foi o Rodrigo. Ele tinha uma história bem interessante porque, ao contrário da gente, ele vinha do Mato Grosso. Ele nos contou que na cidade em que morava, ele rodava em um aplicativo montado na própria cidade e não apenas em uma multinacional como nós estávamos acostumados. 

 

E o Anderson nos apresentou um outro amigo, o Ari. E dessa amizade, nasceu um grupo. O grupo da noite.  

Os cinco fundadores da Chofer 46

Naquele momento, eu tinha uma clientela particular muito grande. Então a gente se ajudava. Quando um não podia atender, o outro ia.

 

Sempre que a gente se juntava para conversar, o assunto era sempre o mesmo. Taxas altas, tarifas baixas. Taxas altas, tarifas baixas.

 

Então por que não criar um aplicativo próprio?

 

Criar aplicativo? Isso é coisa de empresa do Vale do Silício. Mas, certo dia, o Rodrigo chegou no grupo e falou: 

 – Por que a gente não abre esse aplicativo, de verdade? Dá para abrir e não é tão caro quanto vocês estão pensando. 

 

Eu chamei ele no particular e perguntei se ele estava falando sério. 

 

– Estou, eu já vi tudo!

 

– Cara, então vamos lá! 

 

E assim nasceu a Chofer46.

Foto do escritório da Chofer 46.

Eu, Mauro, Anderson, Rodrigo e Ari somos muito diferentes um do outro. Mas, no final, todos temos o mesmo objetivo: melhorar a vida dos motoristas. 

 

A diferença nos completa. 

 

O Mauro, por exemplo, é um vendedor nato, o que impulsionou o nosso time comercial. O Anderson e o Ari emprestaram toda a credibilidade deles para a empresa ser reconhecida na cidade. E o Rodrigo nem se fala, né? Foi o primeiro a acreditar que tudo isso é possível. 

 

Agora, perto de completar 2 anos de empresa, já estamos operando em aproximadamente 20 cidades, mas sempre levando o nome de Francisco Beltrão. 

 

Nosso objetivo não é só ganhar dinheiro, mas transformar a nossa categoria em uma profissão de verdade, permitindo que o motorista tenha um salário digno. 

 

Queremos que uma pessoa que seja honesta, tenha educação e seja um bom motorista, não precise de um curso superior para tirar um salário de R$ 6 mil ou R$ 7 mil. 

 

É por isso que nós cobramos a menor taxa possível.

 

Você pode até ainda não ter ouvido falar da gente. 

 

Mas, em breve, estaremos na sua cidade. 

 


Angelo Toniazzo, CEO da Chofer46

E tem mais história de sucesso com aplicativo regional!

Assista a Live com o Fábio, outro dono de app regional, no canal do Fernando Floripa!

14/Setembro | 19h | Canal do Fernando Floripa Motorista Uber