Início » Amazon Logistics: o que é e como funciona?

Amazon Logistics: o que é e como funciona?

Ilustração de uma fiorino, ao lado está escrito "Amazon Logistics: o que é e como funciona?"

A Amazon Logistics trabalha através de uma rede de pequenas empresas de entregas independentes. Agora, a modalidade chega no Brasil.

Quando falamos de Amazon aqui no blog, é garantia de olhos e ouvidos bem atentos às novidades.

Afinal, a gigante do e-commerce mundial faz girar uma engrenagem bilionária, que vai do entretenimento às soluções de logística, como já mostramos por aqui.

Assim, na semana passada, portais como Tecnoblog, Tecmundo e Uol anunciaram a chegada da Amazon Logistics no Brasil.

Segundo as informações, o serviço chegaria inicialmente nas cidades de Belo Horizonte, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo.

Porém, Goiânia e Salvador já constam na lista das cidades disponíveis no momento da inscrição e, assim, devem ser disponibilizadas em breve.

Desconhecida pelo público brasileiro, o grande objetivo da Logistics é diminuir a dependência que a empresa tem de outros serviços de entregas, como os Correios.

No entanto, apesar do Tecmundo ter anunciado a chegada da Amazon Logistics como uma tentativa da empresa de bater de frente com a estatal brasileira, o serviço aparece como uma nova opção e não como um substituto.

Além da Amazon, o Mercado Livre também tem adotado a mesma postura de variar suas opções de entregas.

Segundo o Tecnoblog, de 2016 a 2019, o e-commerce argentino diminuiu de 90% para 20% sua dependência dos Correios.

Já a Amazon, atualmente, trabalha em conjunto com diversas outras transportadoras no Brasil.

Além dos Correios, constam no site da empresa, parcerias com:

  • Total Express;
  • Sequoia;
  • Loggi;
  • Jadlog;
  • Shippify;
  • OnTime;
  • Diálogo;
  • Dominalog;
  • TLOG (Venkon)

A Amazon Logistics se juntará a essas transportadoras para fazer as entregas da Amazon.

Além disso, será mais uma oportunidade de negócio no gigante mercado das entregas.

Amazon Logistics: o que é?

A Amazon Logistics fomenta pequenas empresas de entregas para realizar o transporte das encomendas vendidas no marketplace da Amazon.

Segundo seu site nos Estados Unidos, os empreendedores que desejam participar do programa como um Amazon Delivery Service Partner (Parceiro dos Serviços de Entregas da Amazon), não precisam ter experiência em logística.

“Nós procuramos por líderes que gostam de pôr a mão na massa e sejam apaixonados por contratar e gerenciar equipes”.

Segundo a empresa, o investimento inicial de uma empresa parceira é de menos de 10 mil dólares.

“O potencial de receita de uma central que opere com algo entre 20 e 40 vans vai de 1,5 milhão a 4 milhões de dólares anuais, o que dá um lucro entre 75 mil e 300 mil dólares por ano”, informa o site da empresa.

No site para o Brasil, a Amazon já disponibiliza algumas informações voltadas ao modelo brasileiro.

No país, o investimento inicial de uma parceira da Amazon está calculado em cerca de 45 mil reais com um potencial mensal de receita entre 150 mil e 350 mil reais. Já o lucro é estimado de 12 mil a 22 mil reais por mês.

A empresa alerta que o custo de 45 mil reais não é uma taxa paga para a Amazon e nem leva em conta o capital de giro.

Mas, ela é uma estimativa que o empreendedor deverá ter para cobrir os principais custos iniciais, como:

  • Abertura de pessoa jurídica e emissão de alvarás;
  • Serviços profissionais como honorários de contador e advogado;
  • Compra de suprimentos, como laptops;
  • Custos de recrutamento, como anúncios de empregos, exames toxicológicos e treinamento dos motoristas;
  • Viagens para treinamento do proprietário se necessário.

A Amazon promete disponibilizar todo treinamento, tecnologia e os mais de 20 anos de experiência da empresa em processos logísticos para apoiar os parceiros.

Como funciona?

Nos Estados Unidos, a Amazon seleciona os interessados através de um processo seletivo que se inicia no site logistics.amazon.com.

Segundo a empresa, o processo pode levar de um a seis meses, dependendo da demanda das entregas na região.

O primeiro passo é criar uma conta no site da Amazon e configurar um perfil.

Em seguida, o candidato vai preencher o formulário de inscrição.

A Amazon vai revisar o formulário e realizar uma entrevista com o candidato.

Assim, se aprovado, o candidato vai passar por um treinamento de duas semanas em que vai “pôr a mão na massa” para apreender os processos de entregas da empresa.

O quinto passo é a abertura formal do negócio e a construção da equipe.

Segundo a Amazon, o número de funcionários varia de 40 a 100 e a operação deve ter algo em torno de 20 a 40 vans e motos.

Ao final do processo, o empreendedor já está preparado para atender às entregas da Amazon.

No Brasil, por enquanto, o processo ainda está sendo feito através de convite via e-mail.

No entanto, em breve, a Amazon promete abrir inscrição para os demais interessados.

Inscrição na Amazon Logistics

O processo deverá ser semelhante ao dos EUA.

Depois de enviar sua inscrição, a Amazon a revisará e você receberá um retorno em aproximadamente 4-8 semanas. Os candidatos selecionados terão uma entrevista inicial e, potencialmente, serão convidados para uma estação de entrega local para experimentar um dia na vida com um proprietário existente e, em seguida, a entrevista final. Esse processo completo permite que ambas as partes avaliem a oportunidade e determinem se há uma adequação mútua. Mantenha em mente que este é um programa altamente competitivo com um número limitado de vagas disponíveis.

Amazon Logistics Brasil

Informações e documentos necessários

Para os empreendedores que desejam se inscrever no programa, será exigido:

  • Informações pessoais e um currículo atualizado;
  • Histórico completo do trabalho, incluindo datas de emprego e informação sobre a renda atual;
  • Histórico educacional completo, incluindo datas de conclusão;
  • Informações financeiras pessoais, incluindo bens e ativos.

Cidades disponíveis

  • Belo Horizonte
  • Brasília
  • Rio de Janeiro
  • São Paulo
  • Salvador (em breve)
  • Goiânia (em breve)