Início » 99Mulher: app lança categoria exclusiva para motoristas

99Mulher: app lança categoria exclusiva para motoristas

Ilustração de uma motorista dentro do veículo, ao lado está escrito "99Mulher: app lança categoria exclusiva para motoristas"

99Mulher é a categoria da 99 na qual as motoristas mulheres podem aceitar corridas apenas de passageiras 

A cada 11 minutos uma mulher sofre violência sexual no Brasil, de acordo com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Quando se trata de agressão de qualquer tipo, o número cresce para 1.830 por hora, o que, em média, chega a 16 milhões por ano. 

Quando a análise afunila para a mobilidade urbana, 97% das mulheres afirmam já terem sofrido assédio no transporte público ou privado.

O levantamento foi feito pelo Instituto Patrícia Galvão e Locomotiva com o apoio da Uber.

21% das entrevistadas relataram já terem sofrido pelo menos algum tipo de assédio em viagens de aplicativo e táxis. 

Em levantamento divulgado em dezembro de 2020, a 99 informou que 23% das denúncias feitas no app foram relacionadas a assédio ou abuso sexual. Destes, 51% das ocorrências foram feitas por passageiras e 49% por motoristas.

Nesse cenário, os aplicativos de transporte estão ampliando cada vez mais suas redes de denúncia e segurança. Uma dessas atitudes é a 99Mulher, categoria que permite que motoristas mulheres aceitem corridas apenas de passageiras.

Ainda no relatório divulgado no final de 2020, a 99 informou que 730 pessoas – entre motoristas e passageiros – são banidas do app semanalmente por assédio sexual.

99Mulher

O novo recurso estará disponível a partir de hoje, 8 de março, quando é comemorado o Dia Internacional da Mulher.

A modalidade faz parte da iniciativa Mais Mulheres na Direção, que visa aumentar o número de mulheres no app.

Como todo filtro, as motoristas podem habilitar ou desabilitar a função. Uma vez desativado, o aplicativo vai solicitar reconhecimento facial para ativar a função novamente, além de checar os dados cadastrados via documentos. 

Já a passageira receberá uma notificação informando que fará a corrida com uma motorista.

99mulher
Imagem: Divulgação/99

Ainda que o lançamento oficial seja apenas nesta segunda-feira (8), a funcionalidade já foi testada anteriormente em 2019 em oito cidades brasileiras.

De acordo com a 99, neste período de testes foram realizadas 78 mil corridas sem nenhuma denúncia de irregularidades ou assédio.

Além da opção de corridas femininas, o Mais Mulheres na Direção também conta com parcerias com ONGs e empresas que visam o combate ao assédio e, ainda, a recolocação profissional das vítimas.

Os interessados em apoiar podem realizar doações direto no site: https://99app.com/maismulheres/.

Visando a entrada de mais mulheres no aplicativo, a 99 vai fornecer treinamentos para desenvolver autoconfiança, autoestima, independência financeira, gestão de tempo, comunicação e administração da pressão.

A empresa vai oferecer, também, entre os dias 08 e 31 de março créditos de R$20 em corridas que tenham como destino a Delegacia da Mulher em qualquer parte do país.

U-elas

Com o mesmo objetivo, a Uber lançou em 2019 o programa “Elas na Direção” em parceria com a Rede Mulher Empreendedora com a finalidade de promover independência financeira para mulheres e equidade de gênero no mercado de trabalho.

Dentro do programa está o filtro U-elas que assim como o 99Mulher permite que motoristas mulheres aceitem corridas exclusivamente de passageiras.

Aplicativo Uber
Imagem: Uber/Divulgação